TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

quinta-feira

13

junho 2013

1

COMENTÁRIOS

Miniaturas de casas e prédios invadem cidades de todo o mundo

Escrito por , Postado em Arte Contemporânea, Escultura, Instalação

chico santos invasao nova york

Há mais de dois anos o artista plástico Chico Santos vem dedicando seu tempo na confecção de milhares de miniaturas de casas e prédios, que compõe a narrativa visual intitulada “Invasão”.

As edificações de resina acrílica medindo entre 5 milímetros a 15 centímetros são confeccionadas manualmente com ferramentas odontológicas, formando uma espécie de fungo nos locais interferidos.

chico santos invasao fortaleza ce

Fortaleza, CE, Brasil

“Invasão” é um trabalho minucioso e conceitual, uma metáfora visual de milhares de casas em locais inesperados, criando a narrativa que os locais são invadidos por essas miniaturas que interagem com a arquitetura, uma representação do crescimento urbano desenfreado.

Os locais escolhidos para “Invasão” normalmente têm valor histórico ou biológico. Lugares como, Mata Atlântida, Metro de São Paulo, Antonina, Curitiba, Guraqueçaba e chegando até Londres.

chico santos invasao pinhal mg

Pinhal, MG, Brasil

De acordo com o artista, normalmente as pessoas não esperam encontrar uma mini cidade embaixo de seus pés. A obra além de criar a curiosidade pela riqueza dos detalhes tem a capacidade de surpreender pela a quantidade de peças.

As miniaturas são sutis para lembrar uma planta ou fungo, algo que represente que essas peças tenham vida. O artista tem a preocupação de que a obra não polua visualmente os espaços invadidos, uma pesquisa visual sobre narrativa visual e arquitetura.

chico-santos-invasao-china

China

EXPANÇÃO DO CONCEITO

Nascido em Londrina no Paraná, Chico Santos atua a mais de uma década nas artes visuais, participando de diversas mostras no Brasil inclusive em Lisboa e como colaborador da revista eletrônica TecnoartesNews (www.tecnoartesnews.com).

Como único representante do Paraná nos salões, o artista vem sendo reconhecido no cenário artístico do Brasil. Foi selecionado para o Salão de Praia Grande que tem renome no meio artístico e recebendo o premio através da Funarte pela intervenção em Fortaleza.

chico-santos-invasao-japao

Japão

 “Não consigo me enxergar rotulado em um movimento artístico, na arte contemporânea discutimos muitos assuntos e percorrendo do desenho as mídias digitais”, descreve o artista.

Chico Santos iniciou a obra dentro da Mata Atlântica entre troncos e rios. É um trabalho que exige técnica e percepção, pois as peças são feitas individualmente. A Invasão ganhou volume para conseguir atingir as cidades e quem sabe invadir o mundo!

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>