TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

quarta-feira

8

agosto 2012

0

COMENTÁRIOS

A outra face da crise: o fenômeno Harma Gallery fecha as portas

Escrito por , Postado em Destacadas, Estéticas Tecnológicas

harma-gallery-02

Os grandes negócios gerados atualmente no mercado da arte mostra como o setor que tem superado a crise econômica. Na realidade, nada é exatamente como parece. Muitas galerias enfrentam o terror da crise e de ver a redução das vendas de seus objetos a colecionadores.

Um exemplo é o fenômeno Harma Gallery, de Atenas (Grécia). Elizabeth Louizou, então com apenas 22 anos, abriu a Harma Gallery em 2007, em boa localização da cidade de Atenas. Subitamente se tornou um sucesso. Pintura, escultura, joias e design faziam parte da coleção. Por dois anos o negócio funcionou muito bem.

Os primeiros sinais da crise chegaram em 2009. “A arte é um bem de luxo” – contou Elizabeth ao The Guardian. “Quando as pessoas lutam para pagar bens de primeira necessidade, das contas de luz aos impostos, devem ter em conta o que é prioridade, e a arte se torna a menos prioritária…”.

Por um período, após baixar muito o preço das peças em venda, alguns colecionistas apareceram, mas não foi mais do que um momento. Em 2011, Elizabeth já havia se decidido pelo fechamento, sempre atenta às novidades políticas e econômicas em geral. “Busquei manter a galeria com um segundo trabalho, mas a economia e o turismo só pioraram. Com 26 anos, não posso me anular para ter vivo um hobby…”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>