TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

quarta-feira

31

outubro 2012

0

COMENTÁRIOS

Com horário de verão, museus ampliam o horário de visitas

Escrito por , Postado em Destacadas, Estéticas Tecnológicas

observadores_fotografos_da_cena_britanica_desde_1930_ate_hoje
Desde o domingo passado (21/10), e até 17 de fevereiro de 2013, os relógios dos paulistanos funcionam de acordo com o horário de verão. Ao atrasar o pôr do sol, a medida cria novas oportunidades para se aproveitar a cidade à luz do dia.
O Guia da Folha selecionou os dias em que os museus ampliam o horário de visitas. Às quartas e às sextas, por exemplo, é possível ver as obras da 30ª Bienal até as 21h.
observadores_fotografos_da_cena_britanica_desde_1930_ate_hoje
Saiba mais sobre as atrações sugeridas:
30ª Bienal de São Paulo
Às quartas e às sextas, o pavilhão da Bienal permite a entrada dos visitantes até as 21h. Além de apreciar conjuntos de obras de 111 artistas, é possível aproveitar a programação paralela. Nesta sexta-feira (dia 26), às 19h, o Coletivo de Literatura da Agência Solano de Andrade e o Sarau do Binho participam de um encontro aberto. Na quarta (dia 31), também às 19h, estão programadas performances de dança e de música espalhadas pelos andares da Bienal.
Av. Pedro Álvares Cabral, s/no, portão 10, parque Ibirapuera, região sul, tel. 5576-7640. Ter., qui., sáb. e dom.: 9h às 18h (c/ permanência até as 19h). Qua. e sex.: 9h às 21h (c/ permanência até as 22h). Dia 28: 12h às 18h (c/ permanência até as 19h). Até 9/12. Livre. Estac. (R$ 3 p/ 2 h, sistema zona azul – portão 3). Grátis.
Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso
Em plena avenida Paulista, o Centro Cultural Fiesp é boa opção para quem quer esperar o trânsito acalmar. Em cartaz, a ótima coletiva “Observadores – Fotógrafos da Cena Britânica desde 1930 até Hoje” reúne 240 imagens de 36 artistas. O visitante da exposição pode não se dar conta do anoitecer até o horário de fechamento, às 20h. O local também recebe a mostra “Nelson Rodrigues 100 Anos”.
Av. Paulista, 1.313, Bela Vista, região central, tel. 3146-7406. Seg.: 11h às 20h. Ter. a sáb.: 10h às 20h. Dom.: 10h às 19h. Livre. GRÁTIS

Casa das Rosas
O casarão abriga agenda cultural agitada, com saraus, lançamentos de livros, exposições e espetáculos. O jardim de rosas e as mesas ao ar livre do café Il Pastaio são agradáveis opções para desfrutar o entardecer na avenida Paulista.
Av. Paulista, 37, Bela Vista, região central, tel. 3285-6986. Ter. a sáb.: 10h às 22h. Dom.: 10h às 18h. Dia 28: fechado. Livre. Estac. (R$ 11 p/ 3 h, na al. Santos, 74 – convênio). GRÁTIS
Centro Cultural Banco do Brasil
Depois de abrigar a concorrida mostra “Impressionismo”, o CCBB vai receber, a partir de amanhã (dia 27), nova coletiva dedicada à arte contemporânea. Quem quiser apreciar as obras de artistas como Cildo Meireles e Gordon Matta-Clark sem lotação das salas poderá visitar “Planos de Fuga – Uma Exposição em Obras” em horários alternativos, já que o espaço recebe o público até as 21h.
R. Álvares Penteado, 112, região central, tel. 3113-3651. Ter. a dom.: 9h às 21h. Livre. Estac. (R$ 15 p/ 5 h, na r. da Consolação, 228 c/ serviço de van grátis até o CCBB). GRÁTIS

Instituto Tomie Ohtake
Individuais de Paulo Bruscky e Asger Jorn, ambas em cartaz até domingo (dia 28), e de Thom Mayne, em exposição até 4/11, são os destaques do instituto dedicado à arte nacional e internacional que recebe visitas até as 20h.
Complexo Ohtake Cultural – r. Coropés, 88, Pinheiros, tel. 2245-1900. Ter. a dom.: 11h às 20h. Dia 28: 12h às 20h. Livre. Estac. c/ manob.
(R$ 11 a 1ª h). GRÁTIS

Masp
Já o Masp tem horário estendido apenas às quintas, quando as exposições podem ser vistas até as 20h. Além das obras de sua coleção, merecem destaque as mostras “Luzes do Norte”, com desenhos e gravuras do Renascimento alemão vindos do acervo do Louvre, e “Luz Instantânea”, que conta com polaroides do cineasta russo Andrei Tarkóvski.
Av. Paulista, 1.578, Bela Vista, região central, tel. 3251-5644. Ter., qua. e sex. a dom.: 10h às 18h. Qui.: 10h às 20h. Até 25/11. Livre. Ingr.: R$ 15 (grátis p/ menores de dez e maiores de 60 anos, e ter.).

MIS
O Museu da Imagem e do Som é ótima opção de visita para aproveitar o horário de verão. Além das exposições “A Louca Debaixo do Branco”, de Fernanda Young, e “Mulheres do Brasil”, de Gabriel Matarazzo, o museu conta mensalmente com eventos que ocupam sua área externa. As crianças poderão se divertir com a Maratona Infantil no dia 18/11. Já a festa Green Sunset terá sua próxima edição no dia 24/11, das 16h às 22h. Quem quiser estender o programa poderá aproveitar o restaurante Chez MIS.
Av. Europa, 158, Jardim Europa, região oeste, tel. 2117-4777. Ter. e qua.: 12h às 21h. Qui. e sex.: 12h às 20h. Sáb. e dom.: 11h às 20h. Dia 28: 13h30 às 20h. Até 18/11. Não recomendado para menores de 12 anos. Ingr.: R$ 4. Estac. (R$ 8 – convênio).
Pinacoteca do Estado
Próxima à estação Luz do metrô, a Pinacoteca prolonga seu funcionamento às quintas. Nesses dias, o visitante que ingressar após as 18h não paga a entrada e pode visitar as exposições até as 22h. Entre as mostras mais recentes há “Aberto Fechado”, com peças de Lygia Pape, Jac Leirner e Antonio Dias, entre outros artistas. Também estão em cartaz a coletiva fotográfica “O Mais Parecido Possível – O Retrato” e a individual “Antonio Parreiras, Pinturas e Desenhos”.
Pça. da Luz, 2, Bom Retiro, região central, tel. 3324-1007. Ter., qua. e sex. a dom.: 10h às 18h. Qui.: 10h às 22h. Dia 28: fechado. Livre. Ingr.: R$ 6 (grátis p/ menores de dez, maiores de 60 anos, qui., após as 18h, e sáb.). Ingr. combinado: R$ 6 (Estação Pinacoteca e Pinacoteca do Estado). CC: M e V. Estac. (R$ 5 p/ 3 h).

Museu da Língua Portuguesa
O museu fica aberto até as 22h na última terça do mês. Na terça (dia 30), o visitante poderá ter acesso apenas ao acervo permanente do museu já que, atualmente, não há nenhuma exposição temporária sobre escritores brasileiros em cartaz.
Estação da Luz – pça. da Luz, s/nº, Bom Retiro, região central, tel. 3326-0775. Ter. a dom.: 10h às 17h (c/ permanência até as 18h). Dia 28: fechado. Não recomendado para menores de 6 anos. Ingr.: R$ 6 (sáb. grátis).
Ecomuseu Santana
Inspirada nos grandes eventos que acontecem no Brasil – Copa do Mundo 2014 e as Olimpíadas de 2016, apresenta – CRIANÇA: Legado para 2020. - Espaço expositivo no PARQUE DA JUVENTUDE – Metro CARANDIRU - DIFERENTE - Aberto todos os dias. Entrada gratuita.
Visto em @Folha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>