TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

sexta-feira

8

junho 2012

1

COMENTÁRIOS

“Ephemera”, de Guto Nóbrega, apresenta plantas em movimento projetadas sobre o corpo humano

Escrito por , Postado em Destacadas, Estéticas Tecnológicas

archive.gutonobrega.co-1_1

Ephemera, do artista brasileiro Guto Nóbrega, é um vídeo que consiste da gravação de imagens em time-lapse de plantas em movimento projetadas sobre o corpo humano. Ephemera nasceu de uma investigação sobre plantas no contexto de arte e tecnologia. Plantas poderiam ser consideradas como interfaces para a natureza, caso pensemos a natureza dentro de uma visão mais ampla. No processo criativo desse trabalho a luz como elemento presta um papel fundamental e foi tomada tanto como metáfora, assim como, substância que interconecta seres humanos e natureza numa única paisagem.

Num mundo mediado por tecnologia, arte persevera como ação fundamental para uma reconciliação entre a intuição humana e as energias vitais veladas na natureza. Plantas estão vivas e em movimento, mas em sua forma de existir muito do seu comportamento escapa nossa percepção. Ephemera constrói sua poética com base em diferentes temporalidades para criar um espaço entre. Sua metáfora busca trazer visibilidade a esse interstício no qual novas formas de ser se apresentam.

Mais do que transformar a pele humana numa espécie de tela orgânica, Ephemera, por sua vez, usa luz como meio para amalgamar seres de diferentes naturezas mas que compartilham uma conexão mais profunda: a expressão como um organismo vivo.

Guto Nóbrega é artista e pesquisador. É Doutor (2009) em Interactive Arts pelo programa de pós graduação Planetary Collegium (antigo CAiiA-STAR), University of Plymouth UK, onde desenvolveu pesquisa sob orientação do Prof. Roy Ascott durante 4 anos com bolsa de doutorado pleno pela CAPES. Sua pesquisa de caráter transdisciplinar nos domínios da arte, ciência, tecnologia e natureza investiga como a confluência desses campos (em especial nas últimas décadas) tem informado a criação de novas experiências estéticas. Este estudo traz como resultado um intervenção prático-teórica no campo da arte com foco nas ideias de interatividade, telemática, teorias de campo e hiperorganimos.

 

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>