TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

quarta-feira

26

setembro 2012

0

COMENTÁRIOS

Exposição no MIS traz obras de Nicholas Schöffer, pioneiro da arte cibernética

Escrito por , Postado em Destacadas, Encontros, Estéticas Tecnológicas, Eventos, Exibições, Exposições

Ainda na década de 50, o francês Nicolas Schöffer revolucionava a história das artes ao utilizar tecnologia como meio. Em 1956, criou o robô dançarino CYSP 1, a primeira escultura cibernética autônoma, que interagia com pessoas e ambientes. Veja abaixo:

Em 1961, ligou sensores fotoelétricos a um “cérebro eletrônico” na obra Tour Spatiodynamique Cybernétique. Por essas e outras considerado pioneiro da arte cibernética, Schöffer está em cartaz no MIS, em São Paulo, em uma mostra que comemora o centenário de seu nascimento.
“Criar uma atmosfera mágica em homenagem ao centenário deste artista, além de inspirar e encorajar um espaço que estimule a reflexão sobre a pesquisa estética foram os principais pontos que trouxeram esta mostra ao Museu da Imagem e do Som”, explica André Sturm, diretor executivo do MIS.

Filmes, vídeos, cartazes e fotografias do artista foram reunidos pela sua viúva, Eléonore Schöffer, e a historiadora da arte Maude Ligier. “Seu trabalho sempre recorreu ao uso das tecnologias de ponta”, diz Eléonore, a exemplo de Variations Luminodynamiques e Chronos 5, de 1960. Nesta escultura em movimento, a ideia era unir elementos de espaço e luz, como espelhos, e girá-los em certas velocidades ou brecá-los, gerando efeitos visuais infinitos. Veja abaixo:

A mostra Nicolas Schöffer – Pioneiro da Arte Cibernética fica só até domingo no MIS-SP.

Publicado em The Creators Project, em 25 de setembro de 2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *