TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

quarta-feira

20

junho 2012

0

COMENTÁRIOS

James Turrell, o artista da luz, no Solomon R. Gugghenheim

Escrito por , Postado em Destacadas, Estéticas Tecnológicas

James Turrell gugghenheim 01

Ainda na década de 1960, a partir da manipulação da luz, James Turrell apresentou uma arte imaterial baseada na percepção da luz. Durante os últimos anos, Turrell ficou conhecido por suas projeções e instalações de luz, bem como por seu projeto Roden Crater, uma das obras mais ambiciosas concebidas por um só artista.

"Roden Crater"

Há mais de três décadas, o projeto realizado à margem do Painted Desert, no Arizona, ainda não está finalizado. O objetivo de Turrell é transforma as cinzas vulcânicas naturais em um grande observatório na cratera do vulcão, desenhado especialmente para uma completa visualização de todos os fenômenos celestes.

"Skyspace"

Suas instalações de luz buscam influenciar ou afetar a percepção do espaço. Skyspace é um quarto fechado para aproximadamente 15 pessoas. Em seu interior os espectadores se sentam em bancos. Uma abertura no teto muda a percepção da luz e o modo como podemos ver o céu.

"Acton"

Acton, outras de sua sobras, é uma um quarto que parece ter uma tela branca no centro. Na realidade é uma abertura retangular na parede iluminada. Tal é o realismo que muitos visitantes tentam tocar a tela inexistente.

Em 2013 o museu Solomom R. Gugghenheim de Nova York e o Museu de Belas Artes de Houston realizarão uma retrospectiva das obras do artista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>