TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

sexta-feira

29

junho 2012

0

COMENTÁRIOS

Museu de Arte Super Moderna, o espaço de exibição online da net.art

Escrito por , Postado em Destacadas, Estéticas Tecnológicas, Mercado da Arte Digital

spamm

Em dezembro de 2011 foi inaugurado o Museu de Arte Super Moderna (Super Art Modern Museum – SPAMM), que funciona exclusivamente online. O espaço curado por Thomas Cheneseau e Systaime estreou com 50 obras de net.art de 50 artistas. Atualmente ampliou esse número com a exibição de outras 50 obras. Entre os artistas, cujos trabalhos compõem o SPAMM, destacam-se JODI, Françoise Gamma, Angelo Plessas, Mr. Doob, Rosa Menkman, Jeremy Bailey, Petra Cortright, Claude Closky, Evan Roth, Gregory Chatonsky, Maurice Benayoun, Rafäel Rozendaal, Jeffrey Saw, Peter Weibel, entre outros.

A iniciativa reflete uma evolução do mercado da arte digital. Os museus são importantes vetores de educação da sociedade para a divulgação e  compreensão das artes. O Museu de Arte Super Moderna é, sem dúvidas, um passo adiante na difusão da net.art.

No entanto, o museu de net.art deve enfrentar novos desafios. Um primeiro é a cópia de segurança das obras. Há a necessidade de assegurar a proteção adequada para as obras de net.art. Outro desafio é a conservação da obra. A net.art é uma arte frágil e requer  manutenção e necessidade de adequação a novos sistemas interativos.

Um terceiro problema é viabilizar as visitas ao museu. As iniciativas de criação de museus online são interessantes e, no contexto da arte digital, imprescindíveis. No entanto, é preciso buscar soluções para que o museu virtual possa atrair um número considerável de visitas e funcionar como tal, ainda que na Rede. Entre outras palavras, que possa cumprir os objetivos que, atualmente, se espera de um museu. Estabelecer parcerias e conectar pessoas são dois pequenos passos para que, no futuro, museus virtuais de arte digital possam ser algo mais do que simples páginas de hospedagem de obras de arte.

Nesse sentido, SPAMM pretende mostrar que a net.art está mais viva que nunca e pode gerar benefícios a artistas, curadores, museus, galeristas, colecionadores, envolvendo os distintos públicos envolvidos no mercado da arte.

Graças à parceria entre do SPAMM com a rede de de televisão francesa e alemã ARTE, todas as obras e artistas recebem honorários por exibição no espaço. Além disso, em pouco mais de cinco meses de funcionamento, vinte projetos se apresentaram durante o mês de janeiro em La Cantine de Paris, e outros vinte em janeiro estiveram presentes na Arcuterie Gallery de Poitiers (França). O projeto também foi apresentado no Palais de Tokyo de Paris e, até 20 de maio, outras trinta obras foram exibidas no festival Les Transnumériques (Bélgica).

Leia os artigos da série: Panorama do Mercado da Arte Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>