Você está aqui: Home » Destacadas » O grande muro de vaginas, por Jamie McCartney

O grande muro de vaginas, por Jamie McCartney

A galeria Hay Hill, de Londres, inaugurou recentemente a exposição Skin Deep com obras do escultor Jamie McCartney. Dentre as obras está O Grande Muro de Vaginas (The Great Wall of Vagina). Durante quatro anos o artista inglês realizou moldes em gesso de órgãos genitais de 400 mulheres.

best-instagram

O trabalho não tende a pornografia ou a simples provocações. Trata-se de uma obra com um intenção social, uma forma de chamar atenção para consequências derivadas do abuso da pornografia e da plástica vaginal, moda dos últimos anos na Inglaterra.

A ideia da série O Grande Muro de Vaginas nasceu de uma escultura anterior do próprio artista, O Gosto da Vida (The Spice of Life), no qual colocava em confronto 18 cópias diversas de genitais femininos e masculinos e seios, além do molde de seu próprio pênis.

Em O Grande Muro de Vaginas, Jamie McCartney não levanta uma bandeira contra a plástica vaginal, mas propõe uma reflexão sobre o excesso de recorrência ao método cirúrgico. Para McCartney, muitas dessas mulheres não têm ideia das diferenças de aspectos do órgão genital.

Sobre O Autor

Fundadora e Diretora do site TecnoArteNews. Pesquisadora independente de artes e novas tecnologias. Doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Mestre em Letras - Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

Número de publicações : 87

Comentários (1)

Deixe um comentário

© 2012 TechnoArteNews. All Rights Reserved. Reproduction without explicit permission is prohibited.

Retornar ao topo