TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

sexta-feira

11

novembro 2011

0

COMENTÁRIOS

Quando a poluição gera imagens de “outro mundo”

Escrito por , Postado em Estéticas Tecnológicas

As cores da imagem acima são devido aos resíduos de bauxita, vindos da produção de alumínio em Darrow, Louisiana (Foto: J. Henry Fair 2011/BBC)

O fotógrafo americano J. Henry Fair reuniu em um site algumas de suas famosas fotos aéreas mostrando a ‘beleza’ causada por devastação do meio ambiente. Reunidas na exposição digital ‘Industrial Scars’, a poluição é exposta de grande escala, com cores vivas que transformam uma paisagem destruída em um espetáculo de cores e texturas.

Imagem aérea de degradação ambiental tenta alertar população sobre o impacto das atividades humanas no meio ambiente. Acima, as cinzas que sobram de uma usina de energia a carvão na Louisiana, nos Estados Unidos (Foto: J. Henry Fair 2011/BBC)

O fotógrafo, que é de Nova York, tenta atrair as pessoas para a questão da destruição do meio ambiente através da beleza das imagens. Fair afirma que, inicialmente, fotografou coisas “feias”, com a intenção de simplesmente jogar o questionamento sobre estética para as pessoas.

As cores da imagem acima são devido aos resíduos de bauxita, vindos da produção de alumínio em Darrow, Louisiana (Foto: J. Henry Fair 2011/BBC)

“Com o tempo, comecei a fotografar todas estas coisas de forma a transformá-las em algo simultaneamente belo e assustador”, escreveu o fotógrafo no site da mostra digital (http://old.industrialscars.com/). O objetivo de Fair é atrair as pessoas com a beleza das imagens para que elas queiram aprender mais sobre o que cada uma mostra.

Parecem células, mas é uma usina química perto de Nova Orleans que fabrica substâncias usadas em cosméticos, embalagens plásticas e aditivos para tintas (Foto: J. Henry Fair 2011/BBC)

As imagens mostram rios poluídos retratados como vasos sanguíneos em meio a uma paisagem tomada pelo enxofre, resíduos de herbicidas que invadem a paisagem como uma camada de algas na água e até o vazamento de petróleo da plataforma Deepwater Horizon, no Golfo do México.

Esta imagem aérea feita no Golfo do México mostra o vazamento da plataforma Deepwater Horizon, que explodiu em abril de 2010 e causou um dos maiores vazamentos de petróleo da história (Foto: J. Henry Fair 2011/BBC)

As fotos estão no livro The Day After Tomorrow: Images of Our Earth in Crisis, publicado pela powerHouse BooksLo que vemos aquí es una vista aérea de las cenizas sobrantes de una central termoeléctrica en Louissiana. Los colores de la imagen de arriba se deben a residuos de bauxita, resultantes de la producción de aluminio en Darrow, Louisiana. Parecen células, pero se trata de una planta química cerca de Nueva Orleans que fabrica sustancias utilizadas en cosméticos, plásticos y aditivos para pinturas.

Em outra fotografia, linha vermelha representa rio poluído em meio a enxofre no Canadá (Foto: J. Henry Fair 2011/BBC)

Esta imagen aérea se tomó en el Golfo de México y muestra la fuga de la Deepwater Horizon, que estalló en abril de 2010 y causó uno de los mayores derrames de petróleo en la historia. Este río contaminado parece un vaso sanguíneo. Se trata de residuos de azufre en Fort McMurray, Canadá.

Via @BBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>