Você está aqui: Home » Destacadas » Sensitive to pleasure, da artista Sonia Cillari

Sensitive to pleasure, da artista Sonia Cillari

O projeto artístico, Sensitive to pleasure, da artista Sonia Cillari, ganhador do concurso VIDA 13.0 da Fundação Telefônica e recebeu menção honrosa no Ars Electronica 2011, é uma performance interativa em que a artista pretende, abertamente, abordar a frustração debido à sensação de desconexão da experiência de sua própria obra, através de seu trabalho como criadora audiovisual.

Sua estratégia consiste em criar uma cadeia representativa de acontecimentos, na qual o espectador se torne o meio que canalize a reação física de Cillari ante sua própria obra, já seja de dor ou prazer, que a artista representou como uma mulher nua que permanece imóvel no centro de um cubo isolado com espaço suficiente para a interação com um interator.

A “criatura”, tal como denominada por Cillari, é a interconexão da obra, desenvolvida para que os espectadores pudessem aproximar-se e tocá-la. Esta interconexão se dá graças a uma antena de ondas radiofônicas situada na interface sensora de um campo eletrificado que envia dados de aproximação que controlam todo o entorno sonoro carregado por Cillari, situada na entrada da instalação. Cada uma das performances da obra dura várias horas e, durante este tempo, os interatores são convidados a entrar na instalação um de cada vez. O interator é consciente de que a proximidade com a “criatura” envia sinais aos eletrodos conectados à artista, enquando a audiência que se mantem no exterior da estrutura observa como seu corpo se vê sacudido, repetidamente, por espasmos provocados pelos estímulos.

Deixe um comentário

© 2012 TechnoArteNews. All Rights Reserved. Reproduction without explicit permission is prohibited.

Retornar ao topo