TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

sábado

28

abril 2012

0

COMENTÁRIOS

Suicídio artístico de nove pintores em Berlim

Escrito por , Postado em Destacadas, Estéticas Tecnológicas

artistico suicidio

Nove artistas europeus queimaram suas obras de arte em Berlim em protesto pelas ameaças que a arte independente tem sofrido na Europa. Os cortes de gasto e o avanço dos grandes grupos econômicos são apenas algumas das temáticas que preocupam os pintores.

As pinturas foram queimadas na casa de arte Tacheles, ocupada desde 1989 por cerca de 100 artistas de distintas disciplinas. O objetivo era chamar a atenção sobre a frágil situação das duas casas de arte independentes: o Museu de Arte Contemporânea de Nápoles, ameaçado pelos cortes estatais, e o Tacheles de Berlim, adquirido há alguns anos por investidores privados que não puderam desalojar os artistas que, há 23 anos, ocupam o edifício.

A ação também se realizou em solidariedade com o Museu de Arte Contemporânea de Casoria, em Nápole, cuja continuidade corre perigo por falta de apoio financeiro.

“A ameaça parte de uma rede de investidores, bancos, advogados e alguns políticos que não estão interessados nesse tipo de propostas, mas em fazer dinheiro, destruíram nossa arte e esta é uma das razoes pelas quais os artistas queimaram seus trabalhos antes de que chegassem ao mercado”, advertiu a porta-voz de Tacheles, Linda Cerna. “Defendemos Tacheles como lugar para a produção e apresentação da arte contemporânea independente e sem fins lucrativos; artistas e público precisam de lugares para entrar em contato com a arte que está orientada para as pessoas e não para o mercado”, destacou.

“Nós queremos que a cidade compre o lugar para preservá-lo” como lugar da arte contemporânea produzida para a cidade e “não para construir outro centro comercial”, explicou Bárbara Fragogna, artista e curadora de Tacheles.

Após a queda do Muro de Berlin, as autoridades locais quiseram destruir o edifício para construir uma rua, mas até hoje cerca de 100 artistas têm ali seus ateliês e lugares de exibição, e se negam a abandonar a enorme casa no bairro de Mitte, uma crescente área comercial da capital alemã. O espaço abriga as diferentes técnicas artísticas, tais como pintura, serigrafia, escultura, música, dança teatro, sempre aberto para a comunidade. (via)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>