TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

segunda-feira

24

setembro 2012

0

COMENTÁRIOS

20ª Dimensão: Exposição de Arte e Tecnologia

Escrito por , Postado em Destacadas, Encontros, Eventos, Exibições, Exposições, Festival

20-dimensao-arte-tecnologia

Natal (RN) - Acontece em Natal (RN), no período de 17 a 20 de outubro de 2012, a Exposição 20ª Dimensão: CORPO-IMAGEM-CIDADE, evento que conclui o segundo ciclo do Projeto na área de  Arte e Tecnologia – “10 Dimensões: Diálogos em rede, corpo, arte e tecnología (UFRN/UFPB/IFRN/FAPERN).

A exposição realiza-se como uma intervenção urbana na cidade de Natal, com eventos articulados  tratando das relações entre corpo, imagem e sua inserção na cidade. Esta edição conta com participação de artistas premiados de outros estados do país e artistas locais.

Diferente da primeira exposição, onde o público foi ao seu encontro, no IFRN-Cidade Alta, agora é a exposição que vai ao encontro do público e da cidade, se aproximando do cotidiano das pessoas que transitam nessas áreas, oferecendo a oportunidade de acesso gratuito e participativo ao evento. O projeto leva a arte aonde ela não está e a um público que usualmente não usufrui dela.

Participam da exposição

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Cleomar Rocha/Pablo de Regino (GO), SobreVôo

SobreVoos/ é uma instalação que  se apropria de tecnologias disponíveis e cria a oportunidade de experiências interativas, colaborativas e imersivas, utilizando-se de um veículo aéreo não tripulado (VANT) do modelo quadricóptero, controlado por 4 hélices, equipado com sistema de câmera móvel e transmissão de vídeo. Um óculos imersivo com captação do movimento da cabeça (head-tracking) movimenta a câmera acoplada no quadricóptero, possibilitando controlar colaborativamente o VANT e a câmera, em uma experiência imersiva.[/box]

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Coletivo Coletores (SP), Autonomo

Autonomo/ Trata-se de dispositivo interativo sonoro ambulante, com função de oscilação de ondas, que opera a partir da energia gerada de forma auto-suficiente por quem o  manipula. Foi concebido com a proposta de unir processos que dialoguem com as estruturas ambulantes sonoras já presentes nos territórios urbanos, mas que tivessem também um meio particular e livre de trânsito e interação.[/box]

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Coletivo Gambiologia (MG), Grafite Eletrônico

Grafitti eletronico/Tagtool e laser tag/ Intervenção urbana em Grafitti eletrônico com os sistemas Tagtool (www.tagtool.org)   e Laser Tag  do Grafitti Research Lab (www.http://graffitiresearchlab.com/  ), ambos abertos. Tagtool é um projeto voltado para performances com grafitti digital, onde  uma pessoa desenha em uma mesa digital enquanto   outra usa um joystick para animá-los. O Laser tag usa uma caneta laser verde para fazer grafitti, que será projetado em escala urbana.[/box]

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Jane de Almeida (SP), Estereoensaios

EstereoEnsaios/ É o filme-ensaio audiovisual de alta tecnologia que explora imagens do Rio de Janeiro captadas em 4K 3D (ultradefinição). É o primeiro realizado no Brasil na mais alta definição de imagem disponível no mercado. Realizado pelo Grupo de Trabalho Aplicações Avançadas de Visualização Remota da RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa), a resolução da projeção estereoscópica chega a 20 milhões de pixeis por frame na tela, para se ter ideia, o que chamamos de TV de alta definição (HDTV) tem 2 milhões de pixeis e não é estereoscópico (3D). Assim como no lendário Vistas da Bahia da Guanabara (1898), dos irmãos Segreto, o Rio de Janeiro é novamente a cidade para onde câmeras pioneiras se dirigem, com a diferença de que, agora, as “vistas” podem ser observadas em três dimensões e altíssima definição. O filme tem pouco mais de 15 minutos divididos em 5 atos, além de um prólogo e um epílogo.[/box]

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Jota Medeiros (RN), Galáxias

Galáxias/ o vídeo-poema de 1991, da parceria entre Joel Carvalho e Jota Medeiros, é o resultado de pesquisas na área eletroacústica, sobre um fragmento do poema homônimo de Haroldo de Campos. Os efeitos usuais do vídeo foram obtidos através de microfonia e outros atributos artesanais, de um computador ainda em estado de desenvolvimento primário, revelando sensações e percepção de imagens simultâneas de “formas que geram formas, num permanente ‘vir-a-ser’ estrutural”.[/box]

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Otavio Donasci (SP), Vídeo-criatura

VideoCriaturas/ Uma espécie de cyborg, metade gente metade máquina, que utiliza um monitor de TV colocado, através de armações de plástico, em cima de um ator escondido sob mantos pretos. A tela de monitor, ligada a um gravador de vídeo por cabos ou por transmissão sem fio, mostra a imagem de um rosto recitando monólogos ou dialogando ao vivo com o público ou com outras videocriaturas. O efeito é low tech, feito com equipamentos domésticos de vídeo e recursos artesanais, improvisado á maneira brasileira, com os conhecimentos de eletrônica que Donasci foi adquirindo na prática.[/box]

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Marcus Bastos (SP), Tosco Street View

Tosco Street View/ Um carro dispositivo circula por cidades do interior de São Paulo e pelas ruas da capital. Com um imã de táxi transformado em suporte para 4 celulares, ele filma aleatoriamente cenas banais, detalhes da paisagem e aspectos marcantes da arquitetura. Explorando a baixa resolução e o improviso, o carro questiona até que ponto tecnologias precisas de mapeamento são realmente capazes de dizer algo sobre as cidades que representam. Documentação em vídeo da experiência.[/box]

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Giselle Beiguelman/ Marcus Bastos/ Rafael Marchetti (SP/ARG), Webpaisagem0

Web Paisagem0/ É uma máquina de samplear que permite a produção de visões do nordeste a partir de mixagem de todos os sons, imagens, vídeos e textos de seu banco de dados. Idéias de Brasil, flora, fauna, símbolos nacionais, causos, personagens entre outras categorias, trazem registros dos seminários preparatórios do projeto Paisagem0, trechos de obras fundamentais, como os Sertões e Casa Grande e Senzala, imagens e dados sobre a caatinga, a mata atlântica, folclore, mitologias contemporâneas-inúmeros fragmentos que permitem pensar, recompor e samplear a idéia, proposta pela curadoria do evento, de “nordeste em todo lugar”.[/box]

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Rafael Marchetti e Rachel Rosalen (ARG/SP), Socket Screen

SocketScreen/ É a plataforma onde o público interage diretamente na criação audiovisual através da aplicação web para celulares smartphones. O público, que acessa a aplicação web, é convidado a escrever palavras-chave. Estas palavras-chave são utilizadas pela plataforma para buscar na internet, em tempo real, imagens relativas às palavras. Além de enviar as palavras-chave, o público pode interagir com suas próprias imagens utilizando o recurso do touch-screen do smarthphone, tornando-se assim, parte de uma intervenção coletiva.[/box]

Produção jovem – 10 Dimensões – Nordeste

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Beto Leite/Carol Piñero (RN), Sobcontrole

Sobcontrole/ Intervenção urbana que utiliza-se da técnica do Ready-Made levando objetos como, por exemplo, teclas de computador para os espaços urbanos aonde o transeunte é instigado a interagir com o “equipamento que não possui função, mas aparenta ter.” Questiona-se a ideia de urbanização que mecaniza o indivíduo o transformando-o em usuário.[/box]

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Joevan Oliveira (PB), Autobiokhaphia

Autobiokhaphia/ Autoperformance que trabalha a alteridade no interior do sujeito fragmentado por meio do confronto entre diversos eus do performer, polifonia de vozes presentificadas por meio de mídias num jogo de negociações entre as diferenças inerentes a todo indivíduo. O performer conecta o Mp4 num amplificador e dá inicio a uma entrevista consigo mesmo por meio de uma gravação de áudio com sua própria voz e de um vídeo gravado por ele mesmo e projetado atrás de si, no qual temas da biografia do artista vão sendo autoficcionalizados no processo de diálogo entre essas diferentes vozes.[/box]

[box type="info" color="#1C0007" bg="#FFFFFF" border="#E0E0E0"]- Vinicius Dantas (RN), BafoGanesh

BafoGanesh/ Trata-se de uma máscara capaz de captar sinais oriundos da ação respiratória humana de seu usuário/performer e os traduzi-los em arranjos luminosos em tempo real, refletindo a consciência do corpo humano em suas múltiplas vivências tecnologicamente midiatizadas e revisitando procedimentos de meditações budistas no desenvolvimento de uma interface humano-computador para dar a atenção à respiração das pessoas. O projeto é uma parceria do artista Vinicius Dantas e do eletrotécnico Felipe Pedro da Costa.[/box]

Sobre o Projeto 10 Dimensões

O projeto “10 Dimensões: Diálogos em Rede, Corpo, Arte e Tecnologia” é uma parceria interinstitucional da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (instituição líder), Universidade Federal da Paraíba, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte e a Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte, é um projeto acadêmico que tem alcance e reconhecimento nacional, na região Nordeste em particular, e especialmente nas cidades de Natal-RN e João Pessoa-PB.

Encontra-se em seu segundo ciclo de funcionamento, tendo iniciado suas atividades em 2010 com eventos mensais de discussões sobre cultura, arte e tecnologia com a presença de convidados, com carreira consolidada na área em seus diversos aspectos, oriundos de diferentes regiões do país, em encontros alternados entre a cidade de Natal e João Pessoa, onde também se apresentam convidados das universidades parceiras.

Tem como objetivo principal instaurar vetores de investigação e difusão das questões específicas da arte e tecnologia na região Nordeste, sendo hoje uma iniciativa irradiadora de novas perspectivas em âmbito regional e nacional, fortalecendo a arte contemporânea.

Os encontros são presenciais e transmitidos pela internet em tempo real através do site www.10dimensoes.net, com divulgação nas redes socias: Facebook: 10 Dimensões e Twitter: @10dimensoes.

Em 2011, o Projeto organizou importante exposição de Arte e tecnologia na cidade de Natal (RN), nos dias 11 a 13 de, no Anfiteatro do IFRN/Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Cidade Alta, denominada Exposição 10ª Dimensão: Sistemas, Circuitos e Fluxos, com curadoria da Prof. Dra. Laurita Salles, do Departamento de Artes da UFRN. Apresentou obras de seis importantes artistas do circuito nacional e teve ampla repercussão na mídia e no afluxo do público. Contou com a participação de Rosangella Leote (SP), Guto Nóbrega (RJ), Grupo Poéticas Digitais – Claudio Bueno (SP), Ricardo Brazileiro (PE), Jeraman e Filipe Calegario (PE) e Jarbas Jacome (RN/BA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>