TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

quarta-feira

31

outubro 2012

0

COMENTÁRIOS

Transperformance 2, em cartaz no OI Futuro Flamengo, leva a arte para a praça

Escrito por , Postado em Destacadas, Eventos, Exibições, Exposições

transperformance oi futuro 01

Nos dias 27 e 28 de outubro (sábado e domingo), o TRANSPERFORMANCE 2 extrapolou os espaços expositivos do Oi Futuro Flamengo e aportou na Praça do Largo do Machado, no Rio de Janeiro. Lá aconteceu a performanceTranscendentidade – Jogo do Buraco Profundo, de Pedro Guimarães e Fafi Prado. A ação, que aborda a diversidade e a construção da identidade do sujeito, atraiu os frequentadores do local, que se aproximavam curiosos e eram convidados a participar do jogo.

transperformance oi futuro 01

A performance aconteceu nas mesas de jogo da praça, onde o público era convidado a jogar um baralho especial, criado especialmente para a performance. Em vez de ouro, paus…, os naipes tratavam de temas como origem, etnia, crenças e gostos pessoais. Aos poucos, o jogador ia montando sua identidade. Em meio a várias opções, ele podia ir trocando conforme a nova carta tirada lhe agradava mais. Em opção sexual, por exemplo, ele podia ser heterossexual, homossexual, bissexual, transexual ou “do babado”… Havia também time de futebol, raça, comida, região onde morava…

transperformance oi futuro 02

Segundo a artista Fafi, uma das criadoras do trabalho, “durante o jogo, a pessoa vai revelando sua personalidade, seus sonhos e desejos mais secretos, mostrando aspectos muito íntimos junto a um monte de desconhecidos e repensando sua identidade”. Ao redor da mesa, discursos, ideias, opiniões, histórias, depoimentos e memórias completavam a performance.

transperformance oi futuro 03

Eram dois jogos diferentes. Em um, a pessoa tirava cartas e ia montando sua personalidade. O outro funcionava como uma vidência ou um oráculo. A pessoa ia tirando as cartas e montando seu futuro. “Essa carta te agrada?”, perguntava o artista Pedro a um dos jogadores. “Se não, você tem uma chance: pode mudar”.

Ao final, o jogador saía com uma certidão de nascimento nova. Para isso, os artistas sacavam uma máquina de escrever e carimbos, para fazer o novo registro. No documento, lia-se República de Pindorama, sob a chancela do escrivão Gervásio Pústula. Assim, o jogadores podiam escolher um novo nome, novos pais, datas, locais de nascimento… o que quisessem. Uma moradora de rua, por exemplo, manteve todos os seus dados reais, apenas incluiu o nome de um pai, que era desconhecido.

transperformance oi futuro 05

Foi a primeira vez que a performance aconteceu no Rio. Ela já tinha sido realizada duas vezes, em São Paulo, na saída do metrô Santa Cecília (abril 2012) e na do Sesc Consolação (julho e agosto 2012). Segundo Pedro Guimarães, as questões que se colocam durante a performance são: “Quais os cruzamentos e influências culturais que alteram nossas identidades? Como expressar uma singularidade a partir de tantos contornos culturais?”

transperformance oi futuro 06

O Transperformance 2 ocupa todos os andares expositivos do Oi Futuro do Flamengo, de 8 de outubro a 16 de dezembro, reunindo ao todo 23 artistas, entre personagens conceituadas das artes visuais contemporâneas e outras cujo trabalho situa-se nas fronteiras da dança, música, teatro e poesia. A exposição, com curadoria da crítica e pesquisadora Marisa Flórido e produção da Fase 10 Produções Artísticas, é patrocinado pela Oi e Secretaria de Estado de Cultura, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, com o apoio cultural do Oi Futuro.

Crédito: divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>