TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

terça-feira

16

outubro 2012

0

COMENTÁRIOS

Em streaming: Eduardo Kac no seminário “Perder a forma” no Museu Reina Sofia

Escrito por , Postado em Destacadas, Encontros, Eventos, Transmissão ao vivo

eduardo kac pornograma poesia corporal

“Perder a forma humana. Uma imagem sísmica dos anos oitenta na América Latina”. Este é o título da exposição que ocorre a partir de 25 de outubro de 2012 – e até 11 de março de 2013 – no Museu Reina Sofia, na Espanha.

Com curadoria de Red Conceptualismos del Sur, a exposição parte de uma imagem precisa, a da transformação do ser humano, imposta ou voluntária, como processo que tem seu epicentro em umas coordenadas geográficas e cronológicas determinadas: América Latina durante a década dos anos 1980.

eduardo kac pornograma poesia corporal

Fotoperformance, Eduardo Kac

Esta imagem da “perda da forma humana” se centra sobre duas realidades históricas: por um lado, a violência física exercida pelas ditaduras militares, os estados de sítio e as guerrilhas revolucionárias; por outro, as experiências de liberdade nascidas como réplica, escape ou subversão ante tal realidade. Ambas se cruzam na ideia do corpo como objeto de mutação e indagação, como suporte e como elemento que toma a forma das circunstâncias históricas e, ao mesmo tempo, é capaz de transformá-las.

A nova cartografia surgida dessa mostra revela a aparição múltipla e simultânea de táticas de abordagem dos modos de fazer arte e política, ou seja, de diferentes formas de ativismo artístico. A serigrafia, o vídeo e o corpo emergem como suportes desde os quais se podem abordar aspectos como a sexualidade subversiva ou o fotojornalismo crítico.

Perder a forma humana nasce de um projeto de investigação em curso da Red Conceptualismos del Sur que não pretende esgotar a abordagem do período, mas também expor alguns casos a partir de uma constelação de problemas e perguntas. Os materiais reunidos, em muitos casos, nunca foram visíveis para o público no contexto de uma instituição dedicada à arte contemporânea. Este vasto conjunto de materiais e documentos visuais, escritos e sonoros dialoga com a encruzilhada histórica atual e joga com o presente a memória sensível daquelas experiências.

Da exposição participa o midiartista Educardo Kac que apresenta uma série de fotoperformances intituladas Pornogramas, criadas entre 1981-1982. Naquele tempo, sob uma ditadura militar, Kac liderou o Porno Art Movement e realizou performances públicas no Rio de Janeiro. Apresentado em um museu pela primeira vez, os Pornogramas serão exibidos ao lado de uma série de publicações originais e fotografias que documentam seu trabalho do período, bem como um vídeo raro da performance ocorrida em Ipanema, no Rio de Janeiro, em fevereiro de 1982. Interessante artigo sobre essa fase artística de Kac é “Eduardo Kac e a escrita do corpo no espaço”, de Bianca Tinoco.

Seminário “Perder a forma humana” – 26 e 27 de outubro de 2012

Ocorre nos dias 26 e 27 de outubro o seminário “Perder a forma humana. Uma imagem sísmica dos anos oitenta na América Latina”, no Museu Reina Sofia. O seminário que poderá ser visto online (www.livestream.com/museoreinasofia) tem como principais objetivos possibilitar o testemunho e o discurso oral como ativação e contraponto ao discurso expositivo e, ao mesmo tempo, produzir um debate entre os artistas e agentes protagonistas e uma nova geração de historiadores e críticos, que está reescrevendo as práticas artísticas latino-americanas em direção a um contexto ativista e social, mas também subjetivo, identitário e sexual.

Programa do seminário “Perder a forma humana”

Apresentação do projeto

Sexta-feira, 17:00h (Horário de Brasília: 13h)

Jesús Carrillo e Red Conceptualismos del Sur (Jaime Vindel, representando a equipe de curadoria)

Fazer política com nada. Materialidade marginal e ativismo artístico

Mesa 1, Sexta-feira, 17:30h (Horário de Brasília: 13:30h)

Intervêm: Guillermo Giampietro, Eduardo Kac, Marta Cocco e Mauricio Guerrero

Moderam: Fernanda Nogueira e Ana Longoni

Corpos desobedientes. A irrupção de sexualidades rebeldes

Mesa 2, Sexta-feira, 19:30h (Horário de Brasília: 15:30h)

Intervêm: Pedro Lemebel e Francisco Casas (Yeguas del Apocalipsis), Sergio Zevallos e Maris Bustamante

Moderam: Fernanda Carvajal e Fernando Davis

Cenas under. A festa e a ocupação urbana como nova política

Mesa 3, Sábado, 10:30h (Horário de Brasília: 06:30h)

Intervêm: Alfredo Márquez, Sarah Minter, Ral Veroni, Gonzalo Rabanal (Los Ángeles Negros)

Moderam: Miguel López e Daniela Lucena

O que nos dizem hoje os anos oitenta?

Mesa 4, Sábado, 16:30h (Horário de Brasília: 12:30h)

Intervêm: Rachel Weiss, Suely Rolnik, Ana Alvarado e Roberto Amigo

Moderam: Sol Henaro e André Mesquita

Maiores informações:

- Perder a forma humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>