TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

sexta-feira

22

fevereiro 2013

0

COMENTÁRIOS

MACRS festeja 21 anos com intensa programação artística

Escrito por , Postado em Destacadas, Encontros, Eventos, Exibições, Exposições

fazer e desfazer a paisagem macrs

21 anos fazendo a paisagem do RS mais contemporânea. Esse é o slogan da celebração de 21 anos do Museu de Arte Contemporânea do RS (MACRS), que abre sua temporada artística com exposição, intervenção, palestras, seminário e lançamento de livros.

fazer e desfazer a paisagem macrs

 
Dia 02 de março o Museu de Arte Contemporânea do RS dará largada a intensa e comemorativa programação de exposições 2013 queassinalama maioridade do Museu, fundado em 04 de março de 1992, preparando-lhe para ampliação do seu acervo e sede em 2014.
- FAZER E DESFAZER A PAISAGEM, sábado – 02/03 às 19h, curadoria de SANDRA REY, com os artistas BEATRIZ RAUSCHER, BRUNO BORNE, CELESTE WANNER, ELAINE CHIRON (Artista Convidada), ELAINE TEDESCO, LURDI BLAUTH, RICARDO CRISTOFAROSHIRLEY PAES LEME E SANDRA REY. A exposição propõe alargar relações entre a paisagem e seu significante imediato, a natureza, e é idealizada em torno de obras que colocam questões sobre a percepção, o meio ambiente, o lugar e as práticas da arte. Nas obras apresentadas, as relações entre paisagem e natureza não são unívocas, não se apresentam como equivalentes, nem tampouco se definem sempre da mesma maneira. Pelo contrário, essas relações são esgarçadas ao ponto em que a operação que se cumpre nessa equação de relação entre paisagem e natureza possa alcançar o sujeito e a cultura. O tratamento dispensado pelos artistas ao tratar a paisagem busca expandir, em última instância, o conjunto de referências no qual a mente opera. Os procedimentos adotados pelos artistas se consolidam nas relações entre a construção e desconstrução, entre a montagem e desmontagem, assumindo as fraturas impostas pelos dois atos – de fazer e desfazer – para compor novas totalidades suscetíveis de provocar espaçamentos simbólicos na percepção do real. As obras, portanto, abordam a paisagem de maneira aberta, alargando modos de fazer através de desconstruções operatórias, simbólicas e metafóricas. Os artistas possuem em comum o vínculo ativo com o desenvolvimento de uma produção ligada a pesquisas sobre processos híbridos e estudos no campo da arte.
- Palestra e Lançamento do livro da artista SHIRLEY PAES LEME, sábado – 02/03 a partir das 17h.
- ELEVAÇÕES SONORAS, intervenção da artista VIVIANE GUELLER nos elevadores da CCMQ, sábado – 02/03, a partir das 19h.
Dia 22 de março ocorrerá o seminário “DESDOBRAMENTOS DA PAISAGEM”, das 10h às 12h e das 14h às 18h, no Auditório Luís Cosme, 4º andar da CCMQ, encerrando com o lançamento do catálogo da exposição.
* Todas a atividades tem ENTRADA FRANCA e acontecem no Museu de Arte Contemporânea do RS, Rua dos Andradas, 736, 6º andar, Casa de Cultura Mario Quintana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>