TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

terça-feira

9

abril 2013

0

COMENTÁRIOS

Múltiplas representações da arte digital no II Salão Xumucuís

Escrito por , Postado em Destacadas, Eventos, Exibições, Exposições

"Ponto", HOL

Vídeo-objeto, web art, game art, instalação sonora e live cinema estão presentes no hiperespaço do II Salão Xumucuís de Arte Digital.

O Salão abre ao público seu Hiper_Espaço 02 neste dia 11 (quinta-feira), às 19h30, no Museu do Estado do Pará nas salas Antonio Parreiras e Manoel Pastana. Antes anunciado para a Sala Augusto Fidanza no Museu de Arte Sacra o Salão foi transferido para o MEP para melhor comportar a expografia do Salão. Neste espaço serão expostos os trabalhos com interfaces tecnológicas interativas e com instalações multimídia de tipologias inéditas em exposições na Região Norte do país. Os premiados nesta edição Lea Van Steen (SP) e Nacho Durán (GO) expõem um video-objeto e uma instalação multimídia, respectivamente. O “Jukebox” de Lea Van Steen será instalado e apresentado pela própria artista e o trabalho de Nacho Durán “Panoramas del Sur”, webarte online com 17 fotografias em 360°, que será montado por um técnico local especialmente indicado pelo artista.

"Ponto", HOL

“Ponto”, HOL

Entre os selecionados pela comissão de seleção, que foi composta por Cláudia Leão, Roberta Carvalho e Keyla Sobral, está o trabalho de HOL , nome artístico do mineiro Henrique Roscoe, que veio à Belém apresentar seu game art “PONTO” ao vivo para os visitantes, trabalho que já rodou festivais de arte eletrônica no mundo inteiro. Do Rio Grande do Sul desembarca aqui em Belém o músico experimental e designer de som Marcelo Armani, que chega 5 dias antes da exposição para captar sons da cidade de Belém que vai utilizar em sua instalação sonora “Trans (obre) por”, que vai ocupar as paredes da galeria. O Coletivo Hyenas, do Rio de Janeiro, vai transmitir em streaming o livecinema “Mercúrio”, diretamente do atelier deles na capital fluminense, interagindo com o público presente na abertura da exposição.

Henrique Roscoe - HOL

A exposição também vai contar com as obras “Labirintos Invisíveis”, um game art de Andrei Thomaz (SP) inspirado na literatura de Borges, “Reminiscências” de Ellen Nunes (SP) e “Sobre o Natural #4” de Daniel Duda, ambos trabalhos em videoarte. Lucas Gouvêa, também premiado no Salão com a videoperformance “Eufêmero” mostra neste espaço seu “Diário à Deriva: Mapa de um Náufrago”, uma web art registro de uma viagem on the road do artista. A exposição tem como convidados os artistas Maurity Ferrão, Orlando Maneschy e Ruma que apresentam várias tipologias de apropriações do digital em artes visuais.

Grafite digital

Grafite digital

O projeto Dossiê: Por uma cartografia crítica da Amazônia – http://dossie.comumlab.org, dirigido por Giseli Vasconcelos e desenvolvido junto a uma rede colaborativa formada por artistas e ativistas, foi convidado para mostrar ao público o MapAzônia e as RemixTexturas – mapa e vídeos fazem parte de uma mapeamento experimental sobre arte, política e as tecnologia possíveis na região. Outros convidados para a abertura são o projeto #DIGITALTAG, coordenado por Daniel Zuil, uma projeção urbana de assinaturas de grafiteiros e o VJ Rodrigo Sabbá com a live performance Xumucuís Revisitado, uma homenagem à obra de Valdir Sarubbi que dá nome ao blog e ao Salão.

II-Salao-Xumucuis---CCBEU---Abertura-(1)

Com o Hiper_Espaço 02 o Salão Xumucuís de Arte Digital fecha o ciclo de exposições e dá início à um novo ciclo de hiper_espaços com as ações formativas, compostas por debates, oficinas e palestras (Hiper_Espaço 03), e a mostra de video arte em espaços públicos, o Videodrome, (Hiper_espaço 04). No dia 12 de Abril, sexta-feira, acontece na Galeria Gotazkaen um bate-papo com os artistas Lea Van Steen e HOL para debater sobre as questões de arte e tecnologia levantadas por suas obras. A convite da Expedição Ciclos, do Coletivo A Senda, o Videodrome vai ser apresentado em Rio Branco no Acre e em Porto Velho em Rondônia, ainda no mês de Abril, em espaços públicos das capitais amazônicas.

II-Salao-Xumucuis---CCBEU---Abertura-(2)

Com ações descentralizadas e integradas o Salão Xumucuís de Arte Digital se estabelece como um projeto de múltiplas camadas, colaborativo e interativo, com fruição gratuita, expandindo as fronteiras das artes visuais para colocar Belém e seus artistas visuais no mapa da arte e tecnologia no Brasil. O II Salão Xumucuís de Arte Digital: @mazônia artemídia foi idealizado e tem curadoria de Ramiro Quaresma, coordenação geral de Deyse Marinho, com apoio tecnológico da Sol Informática, apoio institucional do Museu do Estado do Pará/SIM/SECUL através do edital de pautas 2013, patrocínio Petrobras, em uma realização do Conexão Artes Visuais da Funarte, Ministério da Cultura e Governo Federal.

Serviço

II Salão Xumucuís de Arte Digital: @mazônia artemídia

Hiper_Espaço 02 – Museu do Estado do Pará – Salas Antonio Parreiras e Manoel Pastana

Abertura dia 11 de Abril de 2013 (quinta-feira) – Visitação de 12 de Abril a 05 de Maio

Hiper_Espaço 03- Galeria Gotazkaen – Bate-papo sobre Arte e Tecnologia

12 de Abril de 2013 (sexta-feira) às 19h

Hiper_Espaço 01- Galeria do CCBEU – Visitação de 26 de Março a 23 de Maio

Informações: (91) 3348 6426 / 8239 2476 / xumucuis@gmail.com

http://salaoxumucuisdeartedigital.wordpress.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>