TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

sexta-feira

2

setembro 2011

0

COMENTÁRIOS

SP-Arte/Foto 2011: Confira programação do encontro “Fotografia como ponto de partida”! Participe!

Escrito por , Postado em Eventos, Exibições, Exposições

sp-arte-foto

Fotografia como ponto de partida: A SP-Arte/Foto 2011 tem oferece ao público, por meio de seu Programa Cultural, o contato com renomados pensadores e praticantes dedicados à arte e fotografia. O objetivo desta atividade reflexiva é estimular a construção de repertório crítico para avaliação das obras, além de promover trocas entre produtores e especialistas. A busca por discernimento é vital diante do cenário cada vez mais voraz do consumo de bens simbólicos e da alta rotatividade deste mercado.

Com o intuito de abrir caminhos para leitura, a proposta de um debate junto à feira vale-se do uso de palavras para aprimorar o olhar. O diálogo informal entre profissionais com pontos de vista diferenciados contribuirá para enriquecer o vocabulário do visitante perante o amplo mosaico das propostas artísticas apresentadas no evento.

O ciclo de encontros Fotografia como ponto de partida será realizado no Lounge One do Iguatemi, no Piso 1, nos dias 15, 16 e 17 de setembro, sempre a partir das 14h. As conversas serão gratuitas e abertas ao público mediante inscrição prévia pelo e-mail cultural@sp-arte.com. Organização de Denise Gadelha.

15|09, às 14h00

O objeto da fotografia enquanto arte, com Thiago Rocha Pitta (artista), Carla Zaccagnini (artista) e Karen Irvine (curadora do Museum of Contemporary Photography, Chicago). Mediação de Denise Gadelha.

A partir da década de 1960 a fotografia serviu como veículo privilegiado na constituição da arte pós-moderna; sua aparente neutralidade associada à mecanicidade foi valorizada para registrar ideias mais do que para constituir objetos expressivos. Quais foram as consequências da produção que usou a fotografia como ferramenta na desconstrução das convenções estéticas modernas? Poderíamos apontar exemplos do desdobramento deste pensamento hoje? Seria possível distinguir assuntos recorrentes atualmente na apresentação de propostas artísticas materializadas como fotografia?

16|09, às 14h00

Expansão da superfície fotográfica, com Márcia Xavier (artista), Marcelo Moscheta (artista) e Juliana Monachesi (crítica e curadora). Mediação de Denise Gadelha.

O ponto de partida desta discussão é a consciência do corpo físico da imagem fotográfica, considerando sua presença tridimensional na realidade. Aqui receberão destaque obras que rompem o espaço ilusionista da superfície fotográfica com proposições para além do plano bidimensional. “Representação” versus“apresentação”: quando a fotografia deixa de apontar para algo e passa a ser algo em si?

17|09, às 14h00

Potência interdisciplinar da fotografia, com Giselle Beiguelman (artista), Wagner Morales (artista) e Ronaldo Entler (Professor Diretor da FAAP). Mediação de Denise Gadelha.

A fotografia nunca coube em uma categoria bem demarcada, pois além da pluralidade de finalidades, sua fronteira sempre foi permeável à interação com outras mídias. O contágio do raciocínio fotográfico em outros suportes (e vice-versa) está cada vez mais potencializado na era da simulação eletrônica. Alta cultura e senso comum fundem-se em sobreposições entre fotografia/cinema/vídeo/telecomunicações/realidade virtual, etc. Se a revolução é a comunicação, a fotografia é a língua franca.

Conheça os participantes:

Denise Gadelha

Nasceu em Belém do Pará, 1980. Mestre em Poéticas Visuais pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRGS, vive e trabalha em São Paulo. Denise Gadelha é também artista cujo foco de interesse é a distensão entre a representação e a realidade nela representada, investigando tal lapso para evidenciar seu papel determinante na base do processo perceptivo. Dedica-se também à pesquisa teórica a respeito da utilização da linguagem fotográfica no campo das artes visuais. Atua como professora autônoma, associando-se a diversos projetos educativos relevantes para a formação da cena cultural local.

Karen Irvine

Karen Irvine é curadora do Museu Contemporâneo de Fotografia da Universidade de Columbia, Chicago. Organizou mais de 35 exposições no Museu e em outras instituições bem como escreveu artigos sobre monografias de vários artistas e outras publicações, incluindo Art on Paper e Contemporary. Irvine faz parte da equipe de instrutores de fotografia da Universidade de Columbia. Mestre em Fotografia pela FAMU, Praga, República Tcheca e Mestre em História da Arte pela Universidadede Illinois, Chicago.

Thiago Rocha Pitta

Thiago Rocha Pitta cresceu em Tiradentes e mudou-se, quando adolescente, para Petrópolis, no Rio de Janeiro. Passou a viver na cidade do Rio em 1999, quando ingressou na UFRJ, para estudar artes, mas não conclui o curso. Começa a mostrar seus trabalhos em 2001, com intervenções ao ar livre. Desde o início sua obra, busca uma relação íntima com a natureza.

Juliana Monachesi

Jornalista especializada em artes visuais e crítica de arte, é repórter da seLecT, revista bimestral de cultura, e colaboradora do Canal Contemporâneo. Foi repórter e redatora dos cadernos Ilustrada e mais!, na Folha de S.Paulo, de 1999 a 2010, e atua como crítica do programa Temporada de Projetos desde 2001. É mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde defendeu a dissertação Quebra de padrão – Novos paradigmas para a crítica de arte no contexto da cultura digital, sob orientação da professora doutora Giselle Beiguelman. Foi curadora-adjunta do projeto Rumos Itaú Cultural Artes Visuais 2001/2003 e realizou as curadorias “afotodissolvida” (2004), no Sesc Pompéia, “Arquiteturas subjetivas” (2003), no Paço das Artes, “A casa onírica” (2003), na semana de arte contemporânea de São João da Boa Vista, e “Manifestos contemporâneos” (2003), no Sesc Vila Mariana, entre outras. É formada pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, onde realizou, como trabalho de conclusão de curso, em 2000, o livro-reportagem “Sem título – Arte brasileira da década de 80 a 2000″. Dirigiu de 2007 a 2009 o espaço de experimentação – EdEn.

Giselle Beiguelman

Midiartista e professora universitária. Atua nas áreas relacionadas à criação e crítica de artemídia. É professora da FAU-USP, nas áreas de História da Arte e Design. Membro do júri do ars electronica (Linz, Áustria, 2010 e 2011), tem diversas obras premiadas, com destaque para O Livro depois do Livro (1999), egoscópio (2002), paisagem0 (com M. Bastos e R. Marchetti) e Fast/Slow_Scapes (2007). Entre suas publicações recentes destacam-se: Nomadismos Tecnológicos (com Jorge La Ferla, SENAC, no prelo) e  _HTTPpix_HTTPvideo: Criação e Crítica nas Redes de Imagens (previsto para

outubro de 2011). Seu trabalho artístico aparece em antologias e obras de referência sobre arte digital como o Yale University Library Research Guide for Mass Media, Metadata (Mark Amerika, MIT Press 2007) e Digital Arts (C. Paul, Thames & Hudson, 2008), entre outras. Seus trabalhos foram apresentados em exposições como 25a Bienal de São Paulo, Net_Condition (ZKM), el final del eclipse (Fundación Telefonica, Madrid e América Latina), Algorithmic Revolution (ZKM), arte.mov (Galeria da VIVO, São Paulo) e Netescópio (MEIAC, Espanha). Vários de seus projetos e ensaios integram o currículo de graduação e pós-graduação de universidades brasileiras e no exterior. Foi professora da pós-graduação em Comunicação e Semiótica da PUC-SP (2001 a 2011), curadora do Nokia Trends (2007 e 2008) e Diretora Artística do Instituto Sergio Motta (2008-2010). É editora-chefe da revista SeLecT.

Ronaldo Entler

Graduado em Jornalismo pela PUC-SP, mestre em multimeios pelo IA-Unicamp, doutor em artes pela ECA-USP, pós-doutor em multimeios pelo IA-Unicamp. Atuou na imprensa como repórter fotográfico entre 1997 e 2002, participando também de exposições coletivas e individuais. Foi diretor artístico da área de fotografia da Fundação Cultural Cassiano Ricardo de São José dos Campos, entre 1991 e 1995. Atualmente, é professor e coordenador de Pós-Graduação da Faculdade de Comunicação e Marketing da FAAP, professor da Faculdade de Artes Plásticas da FAAP, e professor visitante no Programa de Pós-Graduação em Multimeios do IA-Unicamp. Desde 2006, tem realizado consultorias para desenvolvimento de pesquisa de tendências de mercado e branding.

Para maiores informações, consulte o site do SP-Arte/Foto!

Link-se:

SP-Arte/Foto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>