TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

sexta-feira

11

novembro 2011

0

COMENTÁRIOS

Confira a programação completa do Festival CONTATO Universitário!

Escrito por , Postado em Notícias

contato-festival

São Carlos (SP) – O Festival CONTATO, projeto da Universidade Federal de São Carlos que fomenta o cenário cultural da cidade e região central do Estado de São Paulo, patrocinado pelo Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet, pela Petrobras, após ser contemplado pelo Programa Petrobras Cultural 2011, e pelo Governo do Estado de São Paulo, através do prêmio ProAC – Festivais de Artes, apresenta sua grade de programação completa de atividades, realizada de 14 a 20 de novembro, em São Carlos – SP.

O evento tem início no dia 14 de novembro e vai até o dia 20 de novembro. Durante a semana, a programação se concentra no campus da UFSCar, começando na segunda-feira com abertura oficial do Festival com presença do reitor da UFSCar Prof. Dr. Targino de Araújo Filho, o prefeito municipal Prof. Dr. Oswaldo Barba e demais patrocinadores e parceiros, na abertura do evento que acontece às 9h no Auditório do CCET, no campus da UFSCar.

Confira a programação de cada dia do Festival CONTATO:

SEGUNDA-FEIRA

15h – LabMacambira – hacklab temporário

Programadores reunidos no desenvolvimento de software em código aberto com alta demanda social, através de plataformas que proporcionem soluções e melhorias em demandas de grupos marginalizados, na perspectiva da apropriação tecnológica para igualdade de direitos, distribuição de renda e construção de uma sociedade mais justa.

Local: INCOOP – Área Norte UFSCar (ao lado da Rádio UFSCar)

15h –  Palestra com os alunos do projeto Pedal Consciente

Local: Auditório BCo 1

15h – Oficina de Zine – OrFEL em CONTATO

A oficina busca transmitir como o formato de trabalho usado pela Fora do Eixo Letras conecta grupos e fomenta iniciativas para lidar com a literatura para além da palavra-livro, em uma nova cadeia de formação de público/leitor. Como resultado, os participantes da oficina podem fazer parte do fechamento das edições diárias de OrFEL que vão circular durante o Festival.

Ministrante: Tatiana Oliveira

Local: Sala Infantil da BCo

16h – Rádio capivara em Contato +  Roda de Conversa – Rádios Livres

Local: Radio Livre Capivara (DCE UFSCar)

Todas atividades serão transmitidas em 96,1FM para São Carlos e em http://radiocapivara.blogspot.com/

20h – CineGonzaguinha – Mostra do Video Popular (Parceria com GCPoP UFSCar)

Local: Estação Comunitária Jd. Gonzaga

TERÇA-FEIRA

Na terça-feira, será realizado debate com as temática “Redes Culturais e Articulação Regional” e o Lançamento do Circuito Paulista de Festivais. No mesmo dia, teremos oficina de encadernação e um piquenique no campus, promovendo o contato entre os participantes do Festival, funcionários e alunos da UFSCar.

10h – Mesa de Debate: Redes Culturais e Articulação Regional

Conheça algumas experiências bem sucedidas na criação de circuitos e redes culturais que conectam produtores e artistas para a disseminação da cultura livre. O papel da internet, como se articula a sustentabilidade, como construir políticas públicas regionais, como trabalhar com a especificidade de cada local, entre outras questões que aquecerão o debate.

Local: Auditório da Reitoria – Área Sul UFSCar

15h – Grupo de Trabalho: Encontro de Festivais Paulistas

Primeiro encontro dos produtores de festivais do Estado de São Paulo de música, audiovisual, artes cênicas, artes integradas, novas mídias ou qualquer outra vertente, para pensar uma rede estadual fortalecida e articulada, com calendário integrado e ações onde cada Festival ajude no crescimento do outro e a proposição de políticas públicas estaduais para o setor.

Local: Auditório BCo 1

15h – Oficina Encadernação – Como montar seu livro (parte1)

Ensina uma técnica básica de encadernação artesanal. Além da confecção de um ‘miolo’ para caderno, o participante aprende a montar diferentes tipos de capa e também editoração, que seria a forma de configurar um programa de texto para imprimir num formato de livro.

Ministrante: Ernesto Kramer

Local: Sala Infantil BCo

17h – Piquenique de CONTATO

Em sua 1º edição do ”Piquenique de CONTATO- compartilhe e escute diferente!”, faz programação especial da Rádio UFSCar ao vivo com roda de samba e discotecagem no gramado da UFSCar em frente ao ginásio de esportes.
No estilo a la Agora, a Rádio UFSCar convida para o gramado funcionários, professores, alunos e suas respectivas famílias afim de incitar uma nova forma de se fazer CONTATO.

Local: Gramado UFSCar – Área Sul UFSCar

QUARTA-FEIRA

Na quarta-feira, o tema de debate será “Idéias PerigoZas – Novas tecnologias e práticas sociais na criação artístico-cultural, pra muito além do suporte”, a Roda de compatibilização – sync entre coletivos como parte integrando do Pré-Fórum Paulista de Cultura Digital, e a mesa”Transformação pelos jogos: do lúdico ao lúcido” parte da programação dedicada ao projeto Games 4 Change, que promove a reflexão e incentiva a produção de jogos que promovam impacto social e aprendizado lúdico.

A noite de quarta é dedicada à comemoração dos 50 anos de cineclubismo de São Carlos, com participação de um dos maiores cineclubistas do Brasil, Carlos Reichenbach, exposição, sessão interativa e diversos ambientes para apreciação de cinéfilos no Teatro Floresta Fernandes e seus arredores.

10h – Mesa de Debate: Idéias Perigozas Novas tecnologias e práticas sociais na criação artístico-cultural, pra muito além do suporte

Do seu quarto para o mundo em segundos, derrubando qualquer obstáculo dos meios de produção e rapidamente articulando colaboradores, novas ideias, conceitos e manifestos, podendo ganhar proporções gigantescas. Como arte, cultura e comunicação se colocam frente a sociedade no contexto da Cultura Digital e como a sociedade se coloca em relação as essas questões?

Local: Auditório da Reitoria – Área Sul UFSCar

15h – Debate: “Transformação pelos jogos: do lúdico ao lúcido” (Games 4 Change)

A rede internacional “Games for Change (G4C)” chega ao Brasil e à América Latina por meio de parceria com o grupo de pesquisa Cidade do Conhecimento(ECA USP). O debate integra a trilha acadêmica que o G4C Brasil percorre em Salvador, São Bernardo, Taubaté e São Carlos até o final do ano.

Ministrantes: Gilson Schwartz, Mauro Rubens

Local: Auditório CCET

15h – Roda de compatibilização – sync entre coletivos (Pré-Fórum Paulista de Cultura Digital)

Local: Sala SIN 142

15h – Oficina Música Eletrônica em Tempo Real – gestos e conseqüências, da Interatividade Digital, na arte sonora e multimídia (parte1)

Levantar questionamentos sobre a transformação do gesto artístico em meio a incorporação massiva de interfaces digitais na arte sonora e multimídia, através de diferentes vertentes artísticas históricas e contemporâneas, que durante o percurso da arte sonora criaram inovações nas relações entre o real e o virtual, utilizando softwares que permitam o controle através de interfaces em tempo real, mas que possuam a versatilidade da programação computacional e do código aberto (PD, processing, OF).

Ministrante: Andre Damião Bandeira

Local: Sala 142 SIN

15h às 18h – Oficina Encadernação – Como montar seu livro (parte2)

Ensina uma técnica básica de encadernação artesanal. Além da confecção de um ‘miolo’ para caderno, o participante aprende a montar diferentes tipos de capa e também editoração, que seria a forma de configurar um programa de texto para imprimir num formato de livro.

Local: Sala Infantil da BCo

15h – LabMacambira – hacklab temporário

Local: INCOOP – Área Norte UFSCar (ao lado da Rádio UFSCar)

15h às 18h – Sala de Cinema CONTATO

Filmes que debatem a comunicação e a cultura hoje no mundo

Programação no Local

Local:  ao lado da Editora UFSCar (prox. Biblioteca Comunitária)

19h às 02h – Noitada Cineclubista

Exposição: 50 anos de cineclubismo em São Carlos – das 19h às 22h

Preparada expecialmente para a comemoração dos 50 anos de ininterrupta atividade cineclubista na cidade, com documentos e materiais de divulgação dos cineclubes da cidade e entrevistas em vídeo traçando uma panorama da exibição na cidade e da importância histórica dos cineclubes para a cultura de São Carlos.

Local: Biblioteca Comunitária

19h – Sessão Sala de Cinema em CONTATO

Montada especialmente para o 5o CONTATO a sala, localizada atrás da Edufscar também terá uma programação paralela durante a noitada.

19h A montanha Sagrada Alejandro Jodowsky (1973)  Filme escolhido pelo público do CONTATO em votação no Site

Obra ovacionada no Festival de Cannes em 1973 conta a história de uma jornada mística de um grupo guiado pelo “Alquimista” até a Montanha sagrada para substituir os Deuses imortais que em segredo dominam o mundo.

20h50 Mostra de Curtas

Documentario- Dir.Rogerio Sganzerla

Ismar Dir.gustavo Beck

Indetermináveis  Dir.Francis Pedemonte, Maximilian Tommasi, Graciela Kruscinski

Destino    Dir.Walt Disney e Salvador Dali

Bom dia Meu nome é sheila   Dir. Angelo Defanti

Local:  ao lado da Editora UFSCar (prox. Biblioteca Comunitária)

20h – Sessão do Comodoro  

Três filmes com curadoria e apresentação de Carlos Reichenbach

O cineasta Carlos Reichembach apresenta uma programação especial com 3 filmes de seu acervo pessoal. Filmes raros, impactantes e que tratam de temas polêmicos.

Teatro Florestan Fernandes – 20h a 2h – Classificação Indicativa 18 anos.

20h As filhas do Botânico – Sijie Dai (2006)

Filme que discute os tabus da sociedade chinesa de forma intimista e poética a partir do romance entre duas mulheres na China dos anos 80.

22h Filme Surpresa -O filme no caso é Nacidos do Fogo – Born of Fire(1987) de Jamil Dehlavi

0h Filme Surpresa – Lagrimas de Cali Tears Of Kali (2004) Andreas Marschall

Local: Teatro Florestan Fernandes

QUINTA-FEIRA

Já na quinta-feira, o debate continua com  atemática “Formação Livre, Cultura Digital e Economia da Cultura – Conhecimento sem Fronteiras”, o encontro do Circuito Universitário de Cultura Livre, atividades do pré-fórum paulista de cultura digital, oficina “Aula-piloto: Jogo da vida em trânsito”  do projeto Games for Change e  festa eletrônica com dois ambientes no Banana Brasil.

10h – Mesa de Debate: Formação Livre,  Cultura Digital e Economia da Cultura – Conhecimento sem Fronteiras

Local: Auditório da Reitoria – Área Sul UFSCar

15h – Mutirão de ideias – organização para encaminhamento (Pré-Fórum Paulista de Cultura Digital)

Local: INCOOP – Área Norte UFSCar (ao lado da Rádio UFSCar)

15h – Oficina Introdução aos Estudos Gambiológicos (parte1)

Ministrantes: Fred Paulino e Lucas Mafra (gambiologia.net)

Local: LabMacambira

15h – LabMacambira – hacklab temporário

Programadores reunidos no desenvolvimento de software em código aberto com alta demanda social, através de plataformas que proporcionem soluções e melhorias em demandas de grupos marginalizados, na perspectiva da apropriação tecnológica para igualdade de direitos, distribuição de renda e construção de uma sociedade mais justa.

Local: INCOOP – Área Norte UFSCar (ao lado da Rádio UFSCar)

15h – Oficina Música Eletrônica em Tempo Real – gestos e conseqüências, da Interatividade Digital, na arte sonora e multimídia (parte2)

Levantar questionamentos sobre a transformação do gesto artístico em meio a incorporação massiva de interfaces digitais na arte sonora e multimídia, através de diferentes vertentes artísticas históricas e contemporâneas, que durante o percurso da arte sonora criaram inovações nas relações entre o real e o virtual, utilizando softwares que permitam o controle através de interfaces em tempo real, mas que possuam a versatilidade da programação computacional e do código aberto (PD, processing, OF).

Ministrante: Andre Damião Bandeira

Local: Sala 94 AT4

15h – Encontro Temático: Circuito Universitário de Cultura Livre

Local: Auditório CCET

As universidades já foram historicamente reconhecidas como o espaço de encontro e efervecência da contra-cultura, da inventividade e da arte mais engajada. Hoje, dominada pela cultura comercial massificada, existem poucos focos de resistência, mas a aproximação de redes culturais em ascenção no país vem mostrado que há saídas. Este encontro propõe estreitar os laços entre as Universidades e os coletivos e artistas que estão propondo esta transformação.

Local: Auditório CCET

15h – Oficina: “Aula-piloto: Jogo da vida em trânsito” (Games 4 Change)

Filtros: Mario Lapin e Francisco Tupy

Aula-piloto com game, em laboratório de informática, 2 alunos por computador (máquinas com idade máxima de 3 anos), mediada por 2 facilitadores, explorando a experiência virtual como gerador de debate e criação colaborativa.

Local: Sala da SIN 142

15h às 18h – Sala de Cinema CONTATO

19h – Ocupação CONTATO Eletrônico

AirHackTable – Chico Simões, Renato Fabbri, Ricardo Fabbri, Gilson XXXXX e Vilson XXXX

Symbiosis – Roberta Carvalho

Proyecto Gomez

Yro Yto -

Local: Teia – Casa de Criação

23h30 – Festa #FaçaCONTATO

Local: Banana Brasil, Rodovia Washington Luís, km 234

Retirada de convites gratuitos na Rádio UFSCa até às 18h

Portaria R$20,00

Ambiente 1. Despudorante                               

MC Gi

Despontou como MC de baile funk ao participar de um reality show da MTV para participar do Bonde do Rolê, sendo esse um pontapé para que sua carreira decolasse e angariasse diversas parcerias, tornando-a um dos principais nomes da fusão entre baile funk e electro no Brasil.

Mashup Boys

A dupla de DJs gosta de misturar tudo que seja gostoso para os ouvidos e esqueletos de quem está na pista de dança. Especializados nos mashups e remixes mais inusitados sem deixar de fora sucessos pop e indie, já são respeitados na noite alternativa da capital paulista.

DJ Osama

Iniciou suas peripécias musicais na webrádio focada em cultura pop nipônica Rádio Blast!, se profissionalizou na DJ Escola e desde então discoteca em vários clubes, como o lendário Alôca e o undergroud Dex Bar, sempre tendo o rock como linha principal, com um gosto especial pelo indie e pela discopunk.

DJ CB

Desde 2008 é um dos preferidos para fazer o som de festas universitárias e direcionadas ao público LGBT em São Carlos. Com um setlist muito variado e sempre dançante, ele gosta de transitar entre o pop e coisas menos conhecidas, sem nunca perder o pique no quesito diversão.

Ambiente 2.NuSkool        

Drumagick

Trazendo diversidade e riqueza musical no seu mais recente trabalho que mistura música eletrônica à vários outros estilos. Apesar da pouca idade, os irmãos já são veteranos da cena eletrônica nacional acumulando mais de 60 lançamentos pelo mundo todo e mantendo-se na vanguarda.

Punkyhead

Um dos responsáveis pelo cenário brasileiro de breakbeats e referência direta quando o assunto é flertar com o funk, electro, groove e beats desconcertantes. Batidas marcantes com vocais sensuais e poderosos são constantes em suas apresentações, fruto de pesquisas incessantes pelo mundo da música.

Salese

Abrange uma grande variedade de gêneros que formam a nova cultura do grave, como UK garage, breakbeat, house e dubstep, sempre mixando com vinil. É fundador do Dubstep.com.br e colabora com o DNBOnline.com.br com o intuito de promover a bass music no Brasil.

FLX

Representante das batidas quebradas e bass music no interior paulista e um dos únicos DJs a preservar a originalidade de apresentar seus sets em vinil. Tocou nas festas mais importantes de drum’n bass e dubstep do Brasil e se dedica a promoção desses estilos através do NuSkool.org e DNB Online.

SEXTA-FEIRA

Na sexta-feira, o debate começa com “ Cultura, Tecnologia e Economia Solidária como estratégia de desenvolvimento para o Brasil”, Observatório: Lei Cultura Viva e Políticas Públicas para Cultura e apresentação e diálogo com a Secretaria de Estado da Cultura (Pré-Fórum Paulista de Cultura Digital) eEncontro Temático: Encontro de Conselheiros Municipais de Cultura. Na noite, a programação será no Caaso com a Noite Fora do Eixo.

10h – Mesa de Debate: Cultura, Tecnologia e Economia Solidária como estratégia de desenvolvimento para o Brasil

Local: Bento Prado Jr. ou Florestan Fernandes

15h – Joga na roda – apresentação e diálogo com a Secretaria de Estado da Cultura  (Pré-Fórum Paulista de Cultura Digital)

Local: Sala SIN 142

15h – LabMacambira – hacklab temporário

Programadores reunidos no desenvolvimento de software em código aberto com alta demanda social, através de plataformas que proporcionem soluções e melhorias em demandas de grupos marginalizados, na perspectiva da apropriação tecnológica para igualdade de direitos, distribuição de renda e construção de uma sociedade mais justa.

Local: INCOOP – Área Norte UFSCar (ao lado da Rádio UFSCar)

15h – Oficina de Iluminação & Cenografia – Cabaré Fora do Eixo

Filtro: Palco FdE

Local: CAASO

15h – Oficina Introdução aos Estudos Gambiológicos (parte2)

Ministrantes: Fred Paulino e Lucas Mafra (gambiologia.net)

Local: LabMacambira

15h – Oficina Instalações Interativas com animações em stop motion

Ministrante: YroYto (França)

Local: LabMacambira

15h – Oficina Cinema Vivo / Teatro de Sombras

A oficina de Cinema Vivo/Teatro de Sombras nos leva a uma releitura dos alvores do cinema, pleno de infinitas possibilidades expressivas. Oferece aos participantes um contínuo trabalho de construção da linguagem através da conjugação de diversas técnicas e dinámicas. Destinada a artistas e estudantes provenientes de diversas areas de atuação: artes do corpo, dança, musica, visuais e teatro.

Os participantes serão convidados a tomar parte na performance imersiva que ocorrera no espaço publico no dia 19 de novembro.

Local: CAASO

18h – Encontro Temático: Encontro de Conselheiros Municipais de Cultura

Nos últimos anos a Sociedade Civil foi intimada a compreender de uma nova forma seu papel na formulação de Políticas Públicas, e especialmente na Cultura, isso é algo completamente novo na nossa jovem democracia. Entretanto, rapidamente a classe entendeu e se empoderou deste espaço de forma consistente e cada vez mais começa a pautar os avanços de forma supra-partidária e independente. Partindo de tudo isso, surge a necessidade de trocas de experiências e propostas, tanto para o fortalecimento de cada localidade quanto para a proposição de políticas regionalizadas. E é daí que surge o primeiro Encontro de Conselheiros Municipais de Cultura do Estado de São Paulo, chamado essencialmente pela Sociedade Civil presente nos Conselhos. Se você é Conselheiro, ou está passando pela implantação de um na sua cidade, chega junto!

23h – Noite Fora do Eixo & Palco Fora do Eixo

Atividade realizada em parceria com o Cabaré Fora do Eixo, atividade de integração das artes que une trabalhos de diferentes linguagens artísticas numa mesma programação, com uma mistura rica de atividades de teatro, circo, dança, cinema, artes plásticas, música e muito mais.

Local: CAASO – USP São Carlos

Shows com as bandas:

Maglore (Salvador/BA)

Banda de música popular, com influências da MPB e BritPOP, se encontra em um momento de expansão de público, divulgando seu álbum “Veroz”, lançado no começo do ano, e já dispertando as expectativas para o próximo.

Aila

O timbre exótico e interpretação marcante de Aíla se entrelaçam a uma estética sonora influenciada pela música pop mundial e sotaques da floresta urbana amazônica, como o brega, a lambada, a guitarrada e o carimbó, que se misturam a sonoridade caribenha da cúmbia, soca, zouk e cacicó, resultando em um trabalho vibrante, híbrido, cheio de cor, que busca reinvenções no cenário da música pop produzida no Brasil.
Programação do Cabaré:

Cabaré

Apresentação Zibaldoni, Los Banjaras y la Charanga Destonada.

“Quase um monólogo triplo” – Cia Caipira de Dança (Dança)

Araraquara/SP

Quase um Monólogo Triplo  é a junção das esquetes: 11 de Março, O Lixo e o Analfabeto político. Com linguages do teatral e da dança o grupo compõem a apresentação.

“Corpo e Delírio” – Artur Faleiros (Malabarismo)

Bauru / SP

Uma apresentação de malabarismo contemporâneo. De forma experimental com técnicas de manipulação e contato Artur Faleiros faz uma apresentação solo de 6min  utilizando de uma a três claves. O trabalho é baseado em um estudo de vícios, transtornos e compulções.

“Arteiro Malabautista” – Marcelo Mamute (Malabarismo)

Ribeirão Preto / SP

Marcelo Mamute, o “Arteiro Malabautista”, se expressa através da dança com malabares e pesquisa malabares contemporâneo. Além de utilizar técnicas do circo tradicional, compõe seus números com alguns elementos de criação própria.

Cena do Gran Circo – Grupo Zibaldoni (Palhaço)

Ribeirão Preto / SP

Bisgoio e Napolino decidem desbravar o mundo circense. Propondo um jogo de relação clássico de uma dupla de palhaços, desconstroem números circenses de destreza, habilidade e coragem.

SÁBADO
10h – Início da comercialização da III Feira de Economia Solidária de São Carlos

A temática da Economia Solidária é trabalhada nas atividades do CONTATO desde sua terceira edição, quando a Feira Regional passou a integrar a programação do Festival. Em São Carlos, o conceito é desenvolvido por diversas práticas na cidade desde 2001, por meio de iniciativas de fomento como a Incubadora Regional de Cooperativas Populares (Incoop) da Universidade Federal de São Carlos que já tem mais de 10 anos, junto do Departamento de Apoio à Economia Solidária que teve seu Centro Público criado em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego.

Durante a Feira ocorrerá comercialização de produtos com circulação da Moeda Social $CONTATO, além de atividades formadoras de Economia Solidária, como oficinas, seminários e outras atividades culturais realizadas no CONTATO. Toda a programação é aberta ao público, formando os empreendimentos e também apresentando a importância da proposta socioeconômica do movimento de economia solidária.

Local: Praça do Mercado Municipal

10h- 14h – Pré-Sanca HipHop

Oficina de Graffite com Nenão – Criatividade

Oficina de break com o bboy Pelezinho

Soundsystem

Performance de dança de rua com Dance Boys, grupo formado há 5 anos por 4 rapazes moradores da Cidade Araci.

Basquete e Futebol de Areia

Local: Centro Esportivo Dario Placeres Junior (Centro, Marginal – Próx. à Posto da SAAE)

14h – CONTATINHO

Local: Praça Voluntários da Pátria, Centro

SÁBADO E DOMINGO – 14h às 18h

Atividades direcionadas ao público infantil com intuito de colocar o mundo da criança literalmente “em contato” com a multiplicidade proporcionada pela combinação entre tecnologia, arte, comunicação, ciência e a sociedade. Cada atividade traz de forma lúdica os princípios que guiam o Festival, por meio da exploração de conceitos como colaboratividade, sustentabilidade, experimentação e democratização do conhecimento.

Espaço Brincante

Espaço lúdico dedicado à criação artística das crianças, com cavaletes e material de pintura, jogos e brinquedos educativos e  livros infantis.

Ciência Lúdica para Crianças

A proposta fundamental do projeto é favorecer a curiosidade e a atitude participativa, no âmbito da infância, por meio do contato mediado e da brincadeira com artefatos do entorno material, os quais são manipulados, desmontados e remontados de maneiras alternativas e criativas pelas crianças.

Casa de Cultura – Barra Bonita / SP

O circo fascina as pessoas, sejam elas adultos ou crianças, e esta atividade propõe vivenciar o circo de uma forma diferente, onde a experimentação é ponto chave. Com o auxilio dos alunos da Casa de Cultura e Cidadania de Barra Bonita, o projeto apresenta uma proposta de arte educação contemporânea e coletiva, auxiliando na construção de material, monitorando a aula de ritmo – dalcroze e ministrando a vivência dos equipamentos específicos.

Oficina de Malabarismo – Artur Faleiros e Marcelo Rodini

Utilizando objetos simples, o trabalho cria um universo para sensibilizar o público nas relações com bens materiais.

Projeto Douradinho – Thiago Cascabulho

Thiago Cascabulho é jornalista, poeta, contador de histórias e diretor de criatividade da Caraminholas Produções. Fará uma intervenção de maneira lúdica e interativa com as crianças na praça do Contatinho, incluindo a arte de contar histórias entrelaçada à educação, literatura e a brincadeira.

Cia Pacolmo Espetáculo “Vagabundos” (Espanha)

Trabalhando com questões humanitárias na formação dos indivíduos por meio do projeto “Palhações sem Fronteiras” o grupo catalão apresenta o espetáculo que é inspirado no filme “Milagre em Milão” de Vittorio de Sica, representado de forma poética palhaços pobres itinerantes, que por meio de de suas fantasias criam um universo alegre e cheio de fantasias para o público presente.

Construção de Fanzine

Fanzine é uma abreviação de Fanatic Magazine, uma revista editada por um fã de revistas. Utilizando recorte de revistas e jornais, papel sulfite, canetões, lápis e giz de cera, incentivando pais e filhos a produzirem um informativo artesanalmente, trabalhando a comunicação e ao  mesmo tempo a coordenação motora das crianças.

Contato universitário

Projeto: FooBar Variáveis Metasintáticas                 

Proponente: Renato Fabbri

Universidade: USP – Física (Pós)

Experimenta uma forma de interação artista/público através do ‘livecoding’, sessão realizada com softwares livres, onde projetores exibem ao público o código-fonte do programa de computador usado para produzir o áudio que está tocando ao vivo, desmistificando as práticas de programação e incentivando a intersecção entre artes e linguagens formais.

Projeto: Global/Local

Proponente: André Damião Bandeira

Universidade: UNESP – Composição Eletroacústica

Fruto da pesquisa em tecnologia musical e performance, busca novas apresentações da música eletroacústica ligadas às questões fenomenológicas causadas pela linguagem audiovisual para esse discurso. Utiliza software livre, o Pure Data, para desenvolvimento de instalações interativas, instrumentos digitais e propostas educativas de software e cultura digital.

Projeto: Inner Universe #140

Proponente: Izis Cavalcanti

Universidade: UNICAMP -Artes Visuais (Pós)

A obra artística experimental envolve as reações emocionais dos envolvidos – seja alegria, medo, amor ou outras emoções, através do uso de luz e mensagens visuais, utilizando como “fonte de emoções” a plataforma Twitter, num resgate ao contexto emocional sobre o gigantesco fluxo de informação atual.

Projeto: #Symbiosis                                

Proponente: Roberta Keli de Miranda Carvalho

Universidade: UFPA – Artes Visuais

Uma série de ações de projeção digital videográfica ou fotográfica em copas de árvores no espaço público de cidades, misturando a um só tempo intervenção urbana, fotografia, vídeo digital e instalação, criando imensas esculturas que provocam diversas reações aos passantes, com um misto de espanto e magia.

Projeto: Oneself Cellphone

Proponente: Milena Szafir

Universidade: USP – Meios e Processos Audiovisuais (Pós)

Utilizando telefonia móvel, plataformas videográficas em rede, transmissões de áudio e vídeo a partir das ruas da cidade, o projeto discute tanto a questão da democracia aliada aos novos meios de comunicação quanto aos seus “aliados” – adjacentes/ implícitos – sistemas de controle e vigilância.
Palco CONTATO

Marcelo Jeneci

Um dos nomes que compõe o novo cenário da MPB ou então Música Popular Paulistana. Em seu suave e delicado Feito Pra Acabar(2010), Jeneci trás traços sertanejos com seu arcodeon, com um toque de rock sem deixar de lado toda sua influência da MPB que vai de Roberto Carlos à Arnaldo Antunes.

Garotas Suecas

Passando por ritmos como o samba, o funk e o soul e uma declarada psicodelia, a banda traz influências de movimentos que marcaram época como a Jovem Guarda e o Tropicalismo. Em 2011, após rodar o EUA com o disco Escaldante Banda(2010), a banda retornou ao país para lançar o clipe “Banho de Bucha”, com a inusitada, porém criativa, participação de Jacaré, ex É o Tchan, que é um sucesso na web.

Big Bang

Uma das mais importantes bandas da Noruega na atualidade, o trio apresenta seu show explosivo, conhecido como um dos melhores do país. O lançamento “Epic Scrap Metal” traz à tona a concepção da banda em utilizar materiais reaproveitados para produzir seu som, com influência de rock clássico e elementos contemporâneos, trazendo elementos do rock dos anos 70 somado com baladas acústicas folk, todas cantadas em inglês.

Aeromoças e Tenistas Russas

Banda instrumental de São Carlos cuja principal proposta é explorar a estrutura das músicas, evitando prender suas composições a formas fixas ou estilos definidos. Ao contrário, promovem uma construção experimental de timbres e ritmos que passeiam pelo rock, samba, jazz, funk e eletrônico, como é mostrado no seu primeiro disco, “Kadimirra”, lançado em 2011.

Mama Gumbo

Influenciado pelo Jazz, pelo Afrobeat e por ritmos brasileiros, o quarteto suburbano Mama Gumbo, ganhador da primeira edição do Festival PIB(Produto Instrumental Brasileiro), traz para o CONTATO uma música instrumental marcada por um ritmo pulsante e notáveis improvisações.

The Baggios

Formada por apenas dois integrantes vindos de Sergipe, tem sua sonoridade influenciada música negra somada a acordes envenenados que misturam ritmos tradicionais como o Blues , o Rock sessentista e o Garage Rock.

Hipnos         

Sem medo de experimentar melodias e timbres surpreendentes e nunca deixando de lado o peso, a banda de Hardcore conta com músicas carregadas de peso, velocidade e positividade e está entre os destaques do cenário Sãocarlense em 2011.
Saia para Dançar

A partir das 22h

Entrada pulserinha R$8,00 entrada únida para as 3 festas

* SPD – #SancaInstrumental (Local: Metropollis, R. Dona Alexandrina, 878)

Eletrogroove

Combinando influências de electro, rock, percussões e rítmos brasileiros com uma boa dose de improvisação e psicodelia, o grupo formado em 2004 no Instituto de Artes da UNICAMP faz cada show ser único, assim como a banda. Original sem perder o sentido e clássico sem precedentes, inevitavelmente vão te fazer dançar a noite inteira.

Herod Layne

Das poucas iniciativas do país no Post-Rock, a banda explora diferentes climas, contrastando a ambiência ao próprio Noise. Incentivam o gênero não só com suas efusivas apresentações, mas alavancando o selo virtual Sinewave e o festival de mesmo nome, desbravando todo o país.

Aos Maníacos Sìmeis

Grupo de experimentalistas, sempre trazem aos palcos sessões de improviso embasadas no Rock, procurando priorizar o exercício criativo. Propõem temas como num debate, discutindo e comentado-os. Suas apresentações acabam sendo únicas, tanto aos expectadores quanto aos atores.

Bocas Secas

Sessão com Groove, Afrobeat, Jazz e Funk do Brasil e do Mundo, comandada pelos membros do Malditas Ovelhas! Eduardo Rodrigues e Zé Guilherme, para embalar o corpo!

* SPD – RockSteady (Local: Armazém Bar, Sete de Setembro 2919)

YOU & ME – JURASSIC SOUND SYSTEM

Grupo de amigos Djs e colecionadores de vinil especializados em música jamaicana, resgantam um acervo de sons antigos e pouco conhecidos no Brasil, o Rocksteady, e possuem um blog com milhares de álbuns disponíveis para download.

Ganja Groove

Coletivo de São Carlos que busca trazer ao público a cultura jamaicana através da ferramenta “soundsystem” ou mais conhecido aqui no Brasil como “radiola”, interagindo com projeções que junto da música transmite ideias visuais que complementam o show.

Poppa Nego

Desponta como um dos mais originais Dee Jays da capital, e já vem acompanhando o  Jurassic Sound System dando complemento essencial às seleções sonoras da crew. Entre versos e mensagens, comanda o baile com autenticidade e boas vibes!

* SPD – Soul Train (Estação 2919, R. Conde do Pinhal, 2919 – Vila Santo Antonio)

Nhocuné Soul

Destaque dentro do circuito da chamada “cultura periférica” da cidade de São Paulo, apresentando um trabalho autoral que alia a musicalidade do soul e do samba-rock à poética do hip-hop, com letras que retratam o cotidiano da cidade, ora pelos aspectos da crítica social ora pela beleza do cotidiano.

Caixa Preta DJ

Seleção apresentada exclusivamente em vinil, transitando pelas mais diversas searas do groove e do suingue, passando pelos tradicionais soul -funk e samba-rock, visitando o rock-steady, afrobeat e outras tantas manifestações da música negra mundial, sempre numa pegada groove e altamente dançante.

DOMINGO

10h – Vivência de Maracatú  - Com Maracatú Estrela Brilhante de Recife

Local: Teia – Casa de Criação – Rua Rui Barbosa, no.

10h – Passeio Ciclístico (trajeto UFSCar – Pça. do Mercado)

Realização: Associação de Ciclismo de São Carlos

10h – Barraca de informação da Associação de Ciclismo de São Carlos sobre o uso da bicicleta como transporte, esporte, saúde, lazer e turismo. Mecânica básica de bicicleta gratuita.
Local: Praça do Mercado Municipal

III Feira de Economia Solidária

Contatinho

Contato Universitário

Criolo

Aclamado pela crítica como o disco mais potente do ano, “Nó na Orelha” diversificou os ritmos de rap com outros sons, como a MPB, funk, soul e blues. Com cenas do cotidiano transformadas em pequenas rimas, quase crônicas, seu som é uma mistura de agressividade e bom humor, letras politizadas e refinadas, dançante e áspero, e consequentemente vencedor de diversos prêmios.

DJ Tudo

Foi trabalhando com a cultura tradicional brasileira desde os anos 90 e viajando pelo mundo registrando tradições musicais de todos os cantos que o produtor musical e pesquisador traz para o Festival o multiculturalismo do Brasil, da Europa e da África através da fusão de ritmos, culturas e diversas paisagens sonoras, presentes no disco “Nos Quintais do Mundo: My Community is Humanity”(2010).

Maracatu Estrela Brilhante

A apresentação do Maracatu Estrela de Ouro de Recife fará o público presenciar o Maracatu de Baque Virado com sua exuberante corte e sua música forte.  A música do maracatu é uma grande orquestra de percussão, composta por alfaias, agbês (xequerê), gonguê, tarol e ganzá, e na dança, Rei, Rainha, baianas, catirinas e outras figuras reais que giram e fazem evoluções com suas roupas vistosas e coloridas.

Bixiga 70

Banda formada pela união de vários músicos que se encontram na cena paulistana para explorar o território do afrobeat em uma releitura de compositores e estilos transformados em som autoral. Através das pesquisas e influências de todos os participantes, passando pelos tambores de terreiros e afro sambas, é impossível não cair na dança durante o espetáculo quente e cheio de improvisos dos dez músicos no palco.

Ellen Oléria

Demonstrando maturidade e solidez, a cantora e atriz, grande expoente no cenário musical brasiliense, traz um som voz e violão autoral recheado de um swing hip hop, samba e afoxés, se tornando referência na música negra contemporânea no Brasil.

Axial

Trazendo música regional de todo mundo em fusão com experimentações eletroacuśticas e intervenções multimídia, o grupo se mostra como um projeto de vanguarda na música contemporânea brasileira. Formado por Felipe Julian e Sandra Ximenez, o grupo disponibiliza todo seu trabalho para download gratuito em Creative Commons.

Pipo Pegoraro

O multi instrumentista, principalmente nos instrumentos de cordas, traz o uso de timbres e samplers em seu trabalho minimalista ao navegar entre o uso de aparelhos eletrônicos e instrumentos orgânicos e refletir sobre sentimentos e situações imaginadas em inusitados arranjos e forte pesquisa musical, buscando um resgate sonoro das captações de áudio em conceitos lineares.

Bexigão de Pedra

Influenciada pelo rock e pela música brasileira setentista, em meio ao fusion e o jazz e diante de espasmos sonoros, trocas de formação, barulinhos demodê, instrumentos inusitados, riffs dançantes e indançáveis. A banda se destaca na nova safra de bandas sãocarlenses que vem circulando todo o Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>