TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

sexta-feira

3

fevereiro 2012

0

COMENTÁRIOS

Entenda o que é “Operação Março Negro”, novo protesto preparado por Anonymous contra a censura na internet

Escrito por , Postado em Notícias

anonymous operação março negro

No último fim de semana, o grupo de hackers Anonymous começou com sua operação de vingança #OpMegaupload, devido ao fechamento do site de downloads Megaupload. Desde então, vários sites foram afetados pelas ações do grupo. Recentemente o coletivo fez um chamado a todos para a “Operação Março Negro”, a fim de lutar contra as ações de censura e as ameaças de projetos de lei como SOPA, PIPA e ACTA.

Mas o que viria a ser a Operação Março Negro?

Nada de discos. Nada de filmes. Nada de games. Nada de cinema. Você imagina ficar sem uma dessas coisas? Precisamente é o que o Anonymous pretende. Está convocando o público a protestar contra os projetos de lei SOPA, PIPA, ACTA, tal como o fechamento do site Megaupload. A ideia da iniciativa é afetar as empresas que se beneficiam da compra ou serviços relacionados.

Espere 4 semanas para que chegue abril. Suporte apenas 4 semanas, como máximo, e deixaremos um buraco bem grande nos benefícios dessas companhias no primeiro informe do ano, um golpe econômico que será visto pelos governos de todo o mundo como um sinal de importantes perdas de ingressos“, indicou o grupo em um comunicado difundido em dias passados.

A proposta é de que o, entre os dias 1º e 31 de março não realize downloads de músicas, nem mesmo de forma legal, não pague entradas nos cinemas, não compre games, nem adquira revistas e livros. Em síntese, convidam os internautas a evitar, apenas durante o mês de março, qualquer tipo de consumo cultural. Então, você participa da ação?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>