TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

terça-feira

3

abril 2012

0

COMENTÁRIOS

Nova lei inglesa permitiria monitorar todas as atividades dos usuários na internet

Escrito por , Postado em Destacadas, Notícias

lei britanica monitoramento itnernet

O governo britânico estuda autorizar os serviços de segurança a vigiar o correio eletrônico de seus cidadãos. O sistema permitiria a polícia monitorar quem fala com quem e quando se realiza a conversação, ainda que não o conteúdo da mensagem. O ‘Government Communication Headquarters’ (GCHQ) teria acesso a toda a informação gerada pelos usuários sem necessidade de requerer uma ordem judicial. Estima-se que o plano seja anunciado no discurso da Rainha em 9 de maio.

Contudo, para levar adiante a proposta, será preciso contar com os provedores de serviços de internet (ISP) para que recompilem a informação e logo permitam que a polícia a examine. O GCHQ teria acesso aos dados instalando hardware especial em conjunto com os ISP, o que permitiria ao órgão seguir, em tempo real, as comunicações dos usuários. Ainda que não pudessem ler exatamente o conteúdo dos e-mails ou SMS, saberiam a duração, hora, número de telefone, direções de correio e frequência das conversas, além de obter uma lista de todos os sites visitados, caso desejasse sabê-lo.

De acordo com The Guardian, o político conservador David Davis qualificou a medida de desnecessária e provocadora de um enorme ressentimento nas pessoas. “Temo que o plano seja 60 milhões de vezes pior que a lei vigente. O que está sendo proposto é o acesso completamente livre a todas as comunicações que o cidadão faça. O argumento é que nao afeta o conteúdo, mas o endereço web é um conteúdo. Se você acessa um página web, isso é conteúdo”, afirmou Davis à BBC Rádio 4.

Há dois anos, tentativa similar foi posta em prática na Alemanha, mas após o Tribunal Supremo ter recebido 35 mil queixas, o projeto foi anulado. David acredita que o mesmo deverá passar em terras britânicas.

Antony Glees, diretor do centro de Segurança e Inteligência da Universidade de Buckingham acredita que as medidas sejam importantes no ano dos Jogos Olímpicos e na celebração dos anos de diamante do reinado de Isabel II. Seria uma forma de controlar os terroristas, acredita Glees, para quem críticos como Davis “um pouco obcecado” com a privacidade. De acordo com o governo, a lei é “vital” para que a polícia “investigue crimes e atos de terrorismo e, assim, possa proteger o público”.

Via @El País, @The Telegraph, @Digital Trends

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>