TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

quarta-feira

5

outubro 2011

0

COMENTÁRIOS

Sensacionalista: quando, em um site, notícias fictícias podem ganhar contornos de veracidade…

Escrito por , Postado em Notícias

facebookson

O motoboy Anderson Cerqueira e a auxiliar de escritório Janete dos Santos causaram polêmica ao darem ao filho recém nascido o nome de Facebookson. A ideia do casal paulista de dar esse nome ao filho surgiu com o propósito de homenagear a rede social através da qual se conheceram e iniciaram o namoro. Anderson revelou ter passado por dois cartórios antes de conseguir o registro do nome. A história ganhou o mundo após o jornal americano Daily Bulletin (na foto o pai exibe o exemplar), de Los Angeles, ter publicado o caso. É óbvio que, neste caso, a criatividade foi longe. Facebookson é a soma de Facebook com a última sílaba do nome do pai (Anderson).

Esta é uma notícia publicada no site Sensacionalista, um site de humor com notícias fictícias, baseadas ou não na realidade. O site produzido por três jornalistas e um redator de humor tem por objetivo promover o riso e a diversão dos usuários. O problema é que inadvertidamente muitas de suas notícias acabam sendo produzidas por outros sites como se fossem reais. Curioso, também, é que os próprios usuários discutem as notícias como verdadeiras.

A notícia sobre o nome Facebookson chama a atenção para a necessidade de, nesse universo de informações, certificar-se da fonte, antes mesmo de dar um retuíte na matéria. Como se tratava de uma notícia correlata às redes sociais e reproduzida em outros sites e blogs, foi possível ver como usuários do Twitter, sem prévio conhecimento da fonte e atônitos com a criatividade humana, a retuitavam como uma notícia verdadeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>