TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

terça-feira

6

setembro 2011

0

COMENTÁRIOS

“A pele que habito”, novo filme de Almodóvar traz Bandeiras no papel de um cirurgião plástico que cria nova pele humana

Escrito por , Postado em Próxima Natureza

A pele que habito (La piel que habito), do diretor de cinema Pedro Almodóvar, estreou no último fim de semana na Espanha e já arrecadou 1,2 milhões de euros. O filme, considerado pela crítica o mais arriscado filme do diretor espanhol, está baseado no livro “Mygale” (“Tarântula“), do francês Thierry Jonuet. O longa relata a obsessão do doutor Ledgard, um cirurgião plástico (Antônio Bandeiras), por criar uma nova pele resistente a qualquer agressão. Na realidade, desde que sua mulher morreu queimada em um acidente de carro, Ledgard busca, insistentemente, desenvolver essa pele com a qual poderia tê-la salvado. Doze anos depois consegue cultivá-la em seu laboratório, aproveitando os avanços da terapia celular. Para isso não duvidará em atravessar uma porta até então vedada: a transgênia com seres humanos.

O filme ainda não tem previsão de estreia no Brasil. No entanto deixamos aqui a indicação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *