TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

segunda-feira

30

julho 2012

0

COMENTÁRIOS

Coleção de Literatura Eletrônica

Escrito por , Postado em Destacadas, Share

colecao-literatura-eletronica

A Organização de Literatura Eletrônica (Electronic Literature Organization – ELO) lançou, em fevereiro, o segundo volume da Coleção de Literatura Eletrônica (Electronic Literature Collection). A coleção oferece uma antologia de obras de um grupo de autores internacionais. O conselho editorial composto por Laura Borràs, Talan Memmott, Rita Raley e Brian Kim Stefans auxiliou na reunião de obras que representam a amplitude de linguagens e formas da e-literatura. A segunda edição da coleção inclui obras provenientes da Áustria, Austrália, Canadá, Colômbia, França, Alemanha, Israel, Holanda, Peru, Portugal, Reino Unido, Espanha, Estados Unidos e outros. As obras agregam muitas das categorias emergentes da e-literatura: mash-ups, codework, geolocative, bem como as tradicionais e evolutivas formas como os hipertextos, os chatbots e a ficção interativa.

Entre as obras estão os poemas eletrônicos Amor de Clarice e Poemas no meio do caminho, do autor português Rui Torres, e Palavrador, do brasileiro Francisco Carlos de Carvalho Marinho (Chico Marinho).

Rui Torres é um autor de literatura eletrônica que, frequentemente, parte de textos de outros autores (Clarice Lispector, Sophia de Mello Breyner, Antônio Aragão, José-Alberto Marques, Florbela Espanca, Raul Brandão, Herberto Helder, Fernando Pessoa, Salette Tavares) e os recodifica, increvendo-os na materialidade digital. Seus poemas hipermídia mostram como o código de programação se tornou um recurso de retórica e de poética da criação digital. Amor de Clarice recria as obscuras epifanias da protagonista do conto em ritmos e imagens hipnóticas que o leitor manipula no ato de ver e ouvir, transferindo a fragmentação do monólogo interior da personagem para a modulação característica dos símbolos digitais.

Poemas no meio do caminho é um texto que oferece ao leitor possibilidades distintas de leitura, dependendo de sua decisão de navegação. Existem duas versões disponíveis: a horizontal e a vertical. A horizontal é um panorama em 3D, incluindo um vídeo que o leitor pode arrastar; já a versão vertical usa html para permitir que o leitor leia e brinque com o texto em um formato mais convencional e simples. Automaticamente, o poema criado por cada leitor adquire uma forma “estável” em um blog no qual outros leitores compartilham e debatem a coleção de poemas gerados.

Palavrador, realizada sob coordenação de Chico Marinho e em colaboração de Alcmar Luiz dos Santos entre outros, é uma obra coletiva que nos oferece uma imagem de nós mesmos como uma mescla, ou, talvez, um estranho equilíbrio entre o “eros” e o “caos”. Transferida para o mundo 3D como uma espécie de vôo animal, o usuário inicia uma viagem enquanto navega pelo poema que é, ele mesmo, dinâmicos. O processo de leitura se torna uma navegação intuitiva, que convida o usuario a passear pelo ambiente repleto de palavras.

Para acessar toda a coleção, link-se:

- Coleção de Literatura Eletrônica

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>