TecnoArteNews

Notícias sobre cultura e arte contemporânea

terça-feira

21

fevereiro 2012

1

COMENTÁRIOS

Portfolio: Adam Martinakis

Escrito por , Postado em Destacadas, Portfolios, Share

Sou Adam Martinakis. Nasci na Polônia em 1972. Filho de mãe polonesa e pai grego. Desde 1982 vivo em Atenas, Grécia. Estudei Arquitetura de Interiores, Artes Decorativas e Design Industrial, mas sempre fui interessado em todo tipo de artes visuais.

Meu primeiro contato com arte digital foi em 2000. Desde então quase tudo que crio é através de computadores. A maior parte de meus trabalhos é feita em programas 3D, nos quais crio ambientes digitais, cubro os modelos com materiais e configuro luzes.

Minha temática é diversificada e abrange uma gama de obras abstratas. Minhas inspirações podem vir de tudo, mas, em minhas peças, uso especialmente a figura humana como parte da composição. Os números são usados como símbolos e, às vezes, as figuras humanas vêm rodeados em ambientes estranhos e extraordinários que possam existir apenas em sonhos (ou pesadelos).

Gosto de investigar e experimentar novos lugares, recriar antigos, e acredito que o 3D é uma ferramenta muito interessante para isso, já que oferece grande liberdade artística. Não existe uma visão completa no início da criação. Há uma sensação, mas a mudança é observada durante o processo.

Às vezes gosto de trabalhar rápido e busco não pensar muito sobre os elementos. Nesse caso, é como se, originalmente, as figuras saíssem de meu próprio ser. Quando isso ocorre, surpreendo-me muito com o resultado. Acredito que é essa uma boa maneira de me conhecer melhor e o que está escondido dentro de mim.

Em outros momentos, gosto de fazer tudo devagar e controlar tudo de forma mais consciente, o que acontece, especialmente, quando desejo que, visualmente, seja especificada uma “mensagem”.

Creio que, geralmente, é difícil colocar a “Art fine 3D” em uma categoria específica. No futuro, acredito venha a ter uma categoria própria. É essa uma arte que está na fronteira entre escultura, pintura, fotografia e cinematografia. A luz sempre desempenha um papel essencial nas composições.

Minha arte é muitas vezes considerada e chamada de “escultura digital ou instalação”. Para mim, tem o mesmo efeito que um jogo para uma criança, é uma necessidade que eu não posso viver sem.

Adam Martinakis

Link-se:

Site do artista Adam Martinakis

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *